Sexta, 30 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

37°

25° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Levantamento
01/10/2020 10h00
Por: Francine Dutra

Governo Bolsonaro é aprovado por 52% dos brasileiros, diz pesquisa

O percentual dos moradores do Nordeste que aprovam o governo cresceu 7 pontos em 15 dias.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma pesquisa divulgada nessa quarta-feira (30), pelo PoderData aponta que o governo do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 52% dos brasileiros. Outros 42% desaprovam, e 6% não souberam ou não responderam.

Os percentuais se mantiveram estáveis, desde a última pesquisa, com variações dentro da margem de erro. Há quatro levantamentos, desde a segunda quinzena de agosto, e as taxas não apresentam movimentações significativas.

Os dados foram coletados de 28 a 30 de setembro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 423 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. 

Continua depois da publicidade

Foram destacados, também, os recortes para as respostas à pergunta sobre a percepção dos brasileiros sobre o governo Bolsonaro. Foram analisados os perfis por sexo, idade, nível de instrução, região e renda.

Quem mais aprova

os que têm de 25 a 44 anos (61%);

Continua depois da publicidade

aqueles que estudaram até o ensino fundamental (59%);

moradores do Norte (63%);

desempregados ou sem renda fixa (61%).

Continua depois da publicidade

Quem mais desaprova

quem tem 60 anos ou mais (63%);

pessoas com ensino superior (61%);

moradores do Sudeste e Sul (48% em ambos);

os que ganham de 2 a 5 salários mínimos (61%).

O grupo dos desempregados ou sem renda fixa, como destacado acima, demonstra amplo apoio ao governo. Também é nesse estrato que se concentram os beneficiários do auxílio emergencial.

TRABALHO DE BOLSONARO

O PoderData também perguntou o que os entrevistados acham do trabalho de Bolsonaro como presidente: ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo.

Os percentuais se mantiveram estáveis desde o último levantamento. A rejeição ao trabalho do chefe do Executivo, no entanto, apresenta tendência de queda. Variou de 34% para 30% nos últimos 15 dias a avaliação “ruim” ou “péssimo”.

Os que ganham mais de 10 salários mínimos são aqueles que mais rejeitam o trabalho do presidente (46% de “ruim” e “péssimo”). Os desempregados estão na outra ponta (46% de “ótimo” ou “bom”).

O levantamento também mostra que as pessoas que estudaram até o ensino fundamental (47%) e os desempregados ou sem renda fixa são os que mais consideram o trabalho do presidente “ótimo” ou “bom”.

Já os que recebem mais de 10 salários mínimos (46%) e quem tem ensino superior (54%) são os que mais acham Bolsonaro “ruim” ou “péssimo”.

BOLSONARO NO NORDESTE

O percentual dos moradores da região que aprovam o governo Bolsonaro cresceu 7 pontos percentuais em 15 dias. É a maior taxa de apoio registrada na região pelo menos desde junho, quando o PoderData começou a perguntar sobre a percepção dos brasileiros a respeito do governo.

A atuação individual do presidente é considerada “ótima” ou “boa” por 41% dos nordestinos. A curva de rejeição (“ruim” + “péssimo”) tem tendência de queda.

Fonte: Poder360
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®