Terça, 20 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

24° 40°

Teresina - PI

Últimas notícias
Curiosidades
Curiosidades
Coluna de notícias curiosas.
Geral ORIGEM DESCONHECIDA
01/10/2020 17h03
Por: Bruna Sampaio

Sementes misteriosas em encomendas: saiba os riscos que elas podem causar

O alerta é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Foto: Reprodução/Correio Braziliense
Foto: Reprodução/Correio Braziliense

Sementes ou mudas, recebidas por brasileiros em encomendas entregues pelos Correios,sem que tenham solicitado, não devem ser descartadas, plantadas ou manuseadas. O alerta é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O receptor precisa informar de imediato ao Mapa pelo endereço eletrônico [email protected], para que sejam recolhidas.

Nos últimos dias, o ministério recebeu informações de várias partes do país sobre a presença de sementes em encomendas de produtos comprados no exterior. Segundo o Mapa, esses organismos podem ser extremamente perigosos para a nossa produção vegetal, ameaçando principalmente a produção de alimentos e podem trazer sérios danos ao meio ambiente e à saúde da população, já que não se sabe a procedência nem quais são as espécies.

O material pode ser entregue em qualquer unidade da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG); do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) ou do Sindicato de Produtores Rurais dos municípios, que estão aptos a receber essas sementes ou mudas e encaminhá-las para análise.

Continua depois da publicidade

Essas sementes, ou outras partes de plantas, podem ser de ervas daninhas, que se espalham sem controle. Ou mesmo podem conter vírus, fungos ou bactérias, capazes de infectar e provocar danos à nossa produção vegetal.

'Risco é altíssimo'

João Ricardo Albanez, subsecretário de Política e Economia Agropecuário da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) reconhece que a pandemia provocou um crescimento no comércio virtual, permitindo trânsito intenso de produtos. "Do ponto de vista de um país que tem na agricultura um dos segmentos mais importantes da sua economia, o risco é altíssimo."

Continua depois da publicidade

A preocupação, de acordo com Albanez, é que não se sabe a origem, quais as espécies e se estão acometidas de alguma praga ou doença que podem contaminar a produçãio agrícola brasileira e causar sérios danos à economia.

O subsecretário alerta que essas sementes ou mudas não devem ser jogadas no lixo, no vaso sanitário ou descartada em qualquer ambiente porque correm risco de germinar e se propagar sem nenhum controle.  "As pessoas não devem nem sequer abrir as embalagens e acionar de imediato as autoridades", recomenda. Caberá ao Ministério da Agricultura identificar e catalogar cada uma delas. 

Investigação

Continua depois da publicidade

Outros países também registraram o recebimento de pacotes com sementes misteriosas. Ainda não há evidências exatas de quando os envios começaram nem o volume de sementes distribuído. Em julho, agricultores dos Estados Unidos relataram o recebimento de embalagens não solicitadas contendo sementes chinesas.

As autoridades norte-americanas investigam a possibilidade de vendedores  estarem usando endereços de consumidores que fazem compras com frequência na internet para fazer vendas falsas, e assim, aumentar a classificação positiva dos seus produtos em sites de e-commerce. A faude é conhecida como "brushing" e tem como objetivo registrar compras falsas.

Fonte: EM
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®