Sexta, 27 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Mulher
R10 Mulher
Tudo sobre a mulher moderna.
Entretenimento Dicas valiosas
23/10/2020 09h30
Por: Francine Dutra

Dos 20 aos 50 anos: saiba como cuidar da pele em cada idade

Especialistas dão dicas de tratamentos e procedimentos estéticos que podem proteger a pele do envelhecimento facial precoce

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma coisa é a idade biológica e outra é a transmitida pela pele. Em ambos os casos, são necessários tratamentos específicos para evitar que o envelhecimento apareça prematuramente ou que a flacidez e a falta de iluminação sejam instaladas sem remédio.

"Nossa idade biológica é determinada pelo DNA, mas são os fatores extrínsecos que podem acelerar o envelhecimento biológico", explica Javier Lima, especialista em medicina estética. O tabaco, uma alimentação pobre, sedentarismo, o ambiente em que vivemos ou a poluição ambiental pode causar danos cumulativos à pele, como o aparecimento de linhas finas, rugas, manchas e flacidez.

Lima garante que a prevenção é o primeiro cuidado com a pele e tem como foco evitar a exposição ao sol, além de melhorar hábitos saudáveis ​​para que a cirurgia se concentre apenas nos pequenos detalhes e evitando assim o máximo possível  de tratamentos invasivos.

Continua depois da publicidade

Entre 20 e 30 anos

Segundo o especialista, entre os 20 e 30 anos, alguns dos tratamentos mais exigidos têm a ver com a maciez e o volume dos lábios, por isso ele recomenda o tratamento Lip Refresh, que consiste na infiltração de uma pequena quantidade de micropartículas de vitamina E e ácido hialurônico.

O nariz concentra os principais complexos em homens e mulheres. Em alguns casos específicos, Lima recomenda a rinomodelação. “Um tratamento sem cirurgia em que preenchimentos com ácido hialurônico ou hidroxiapatita de cálcio são usados ​​para corrigir os pequenos desníveis causados ​​pelos ‘cavaletes’. Dessa forma, consegue-se um nariz mais simétrico e a ponta nasal é elevada”, diz.

Continua depois da publicidade

Entre 30 e 40 anos

Depois dos 30, a pele começa a perder espessura, dando origem a pequenas rugas, por isso é recomendado tratamentos como o de meso iluminação que, com uma massagem energética, faz uma combinação de produtos que estimulam a penetração dos fibroblastos na profundidade e a geração de pigmento melanina na superfície.

De acordo com a especialista, esse tratamento pode ser feito em qualquer época do ano e para todos os tipos de pele.

Continua depois da publicidade

Menopausa e cuidados depois dos 40 

Entre a década de 40 e 50 da vida de uma mulher, a menopausa provoca alterações físicas ligadas a flutuações hormonais que têm a ver com sono leve, além de alterações no corpo e no peso. “Momento em que a pele começa a perder densidade e tom, fica mais seca e com tez irregular”, explica a esteticista Carmen Navarro.

Razão pela qual recomenda o tratamento Redensifiant Sublimateur Jeunesse, que incorpora uma massagem de drenagem linfática e aplicação da máscara com óleos preciosos, à base de flor de romã, extrato de algas marinhas e funcho do mar, que é responsável por regenerar, estimular a produção colágeno e restaurar o equilíbrio da pele.

“O resultado é uma pele redensificada, lisa, firme, nutrida, flexível e hidratada, graças aos peptídeos da folha da alcachofra que melhoram a densidade da pele e estimulam a síntese de colágeno”, acrescenta Navarro.

Como escudo e proteção para este tratamento, María Galland incorpora a folha de tomate para proteger a pele do envelhecimento causado pelos danos oxidativos. Mas, além disso, o feijão vermelho estimula a capacidade natural da pele de eliminar e reciclar proteínas danificadas.

Envelhecimento facial

Para a Dra. Sofía Cueto, um dos primeiros sinais do envelhecimento facial é a perda da angulação dos olhos e o surgimento do que chamamos de "show escleral", que é quando começamos a ver a esclera do olho (a parte branca) abaixo da íris (entre a íris e a pálpebra inferior) e deixando uma aparência de aparência cansada.

“Em tempos em que o uso de máscaras é necessário, os olhos estão se tornando o centro das atenções mais do que nunca, por isso proponho uma combinação de técnicas médicas estéticas para embelezar o olhar”, diz Cueto.

Entre elas, o uso do ácido hialurônico, que dá volume a todas as áreas que perdem sua sustentação ou diminuem com o tempo.

A especialista também indica a toxina botulínica para suprimir o músculo orbicular dos olhos que com o tempo puxa a cauda da sobrancelha para baixo. Técnica que pode ser complementada com fios tensores “para levantar um pouco mais o rabo da sobrancelha em pessoas que, mesmo tentando com as duas técnicas anteriores, têm um formato de sobrancelha que não as favorece, finalizar com Ultherapy que estimula a pele a produzir colágeno e cria um efeito lifting nessa área”, finaliza.

Fonte: R7
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®