Quarta, 02 de Dezembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Blog do Lucão
Blog do Lucão Fique por dentro de tudo que acontece na região.
Cidades Geral
29/10/2020 18h01 Atualizada há 1 mês
Por: Blog do Lucão

Vídeo: Bolsonaro faz piada homofóbica contra os maranhenses

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos. “

Vídeo: Bolsonaro faz piada homofóbica contra os maranhenses

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma piada preconceituosa hoje em sua primeira visita oficial ao Maranhão. Enquanto se encaminhava para o segundo compromisso do dia, saindo da capital São Luís rumo à cidade de Imperatriz (MA), Bolsonaro brincou de forma homofóbica após beber um copo de Guaraná Jesus, bebida típica do estado.

Em meio a uma grande aglomeração de pessoas e sem usar máscara, o presidente se divertiu com a cor rosa da bebida. Logo após tomar os primeiros goles, ele começou a fazer piadas com as pessoas próximas enquanto sua equipe fazia uma transmissão ao vivo em suas redes sociais.

“Agora eu virei boiola. Igual maranhense, é isso?”, disse o presidente entre risos. “Guaraná cor-de-rosa do Maranhão aí, quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou depois Bolsonaro, mostrando a bebida.

Entre muitas selfies com apoiadores, praticamente todos também sem máscaras, o presidente ainda voltou a insistir na piada pouco depois e volta a falar de “boiolagem” ao citar a cor do refrigerante. “Guaraná cor-de-rosa. Fod…, fod… É boiolagem isso aqui”, disse.

O governador Flávio Dino reagiu à fala de Bolsonaro. “Bolsonaro veio ao Maranhão com sua habitual falta de educação e decoro. Fez piada sem graça com uma de nossas tradicionais marcas empresariais: o guaraná Jesus. E o mais grave: usou dinheiro público para propaganda politica. Será processado”, disse.

As piadas com a cor do refrigerante foram feitas em um bar da cidade, enquanto o presidente posava para fotos com apoiadores. Durante a visita, Bolsonaro conheceu o dono do estabelecimento e perguntou se “tudo é de graça”.

“Pode ser”, respondeu o homem, sem convicção.

Em São Luís, Bolsonaro chegou na manhã de hoje provocando aglomerações e ignorou as medidas de prevenção à contaminação pelo novo coronavírus. O presidente participou na capital da inauguração de um trecho da rodovia BR-135.

No início da tarde, ele se encaminhou para Imperatriz, onde tem agenda programada para realizar mais entregas de obras no estado maranhense.

Parada surpresa
Na visita ao Maranhão, Bolsonaro foi acompanhado de vários ministros, entre eles Fábio Faria, titular da pasta de Comunicações, Augusto Heleno, do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo.

Desde a chegada a São Luís, Fábio Faria fez registros da interação de Bolsonaro com apoiadores. No caminho para Imperatriz, o ministro divulgou que o presidente fez uma parada surpresa em Bacabeira (MA). Novamente, as pessoas se aglomeraram em volta de Bolsonaro, quase todas sem máscaras.

PUBLICIDADE:

 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®