Domingo, 24 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

23° 31°

Teresina - PI

Últimas notícias
Saúde
Saúde
Encontre aqui notícias sobre saúde e bem-estar.
Teresina Dados
06/11/2020 16h17
Por: Bruna Sampaio

Mais de 38 mil casos de Covid-19 já foram registrados em Teresina

A FMS registra também 15.221 pacientes recuperados.

Foto: Divulgação/PMT
Foto: Divulgação/PMT

Teresina já contabiliza um total de 38.863 casos e 1.119 mortes por Covid-19 desde o início da pandemia, no mês de março. Segundo dados do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS) foram 211 pessoas diagnosticadas com a doença e um óbito registrado na quinta-feira (05).

A FMS registra também 15.221 pacientes recuperados, que são aqueles que tiveram alta de hospitais ou que fizeram tratamento em casa. A FMS alerta que, mesmo sendo crescente o número de recuperados, a doença ainda é alvo de estudos científicos pelo mundo, o que requer cuidados preventivos por parte da população. “O número de recuperados é maior, pois devido à grande quantidade de notificações as atualizações ocorrem gradativamente no sistema”, afirma a coordenadora do COE da FMS, Wesllany Santana.

Já o óbito registrado aconteceu no dia 03 de novembro. Trata-se de uma mulher de 69 anos, moradora do bairro Pedra Mole. O boletim revela ainda que ela era portadora de doença cardiovascular. Segundo o médico cardiologista Daniel Gonçalves, as pessoas que têm doenças crônicas podem estar com o organismo debilitado e, ao contraírem uma infecção como a Covid-19, podem ter o seu quadro de saúde agravado. “As pessoas com hipertensão e diabetes ou que possuem doenças cardiovasculares, por exemplo, já possuem alteração no seu sistema imunológico e um estado inflamatório crônico e, com a infecção pelo coronavírus, pode ocorrer um estresse adicional aos órgãos. Isso pode contribuir para que o paciente apresente a forma grave da Covid-19 e também ocasionar a descompensação dessas doenças prévias”.

Continua depois da publicidade

Ele alerta ainda que as pessoas idosas e com doenças crônicas, que estão no grupo de risco para a Covid-19, devem cuidar bem da sua saúde. “É importante fazer exercício físico em casa, alimentar-se bem, hidratar-se, além de seguir as recomendações de higiene e de distanciamento social. Mas todos devem estar atentos aos cuidados porque há várias nuances dessa doença que ainda não conseguimos compreender: tem pacientes que não tem nenhuma doença ou são jovens e evoluem para óbito”.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®