Terça, 26 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

23°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Fraudes
26/11/2020 14h08 Atualizada há 2 meses
Por: Bruna Sampaio

Polícia do Piauí investiga novo golpe que usa nome de médicos e juízes

O acesso aos dados são obtidos por meio da compra das informações em sites na internet.

Delegado Anchieta - Foto: Reprodução|Vídeo
Delegado Anchieta - Foto: Reprodução|Vídeo

Um novo golpe virtual atrai e aumenta o número de vítimas diariamente em diversas regiões do país. No Piauí, desde o mês de junho, a Polícia Civil vem investigando a ação de uma organização criminosa especializada na prática de fraudes por meio de aplicativos de mensagens.  “O criminoso assume uma conta qualquer do whatsapp, coloca a foto do usuário que ele quer tomar como identidade e em seguida começa a disparar mensagem para as pessoas do convívio desta pessoa pedindo a transferência em dinheiro”, explica o delegado de crimes virtuais José Anchieta.

Ainda de acordo com delegado Anchieta, este tipo de crime é uma espécie de trote dos tempos modernos, onde é fundamental que os usuários do aplicativo whatsapp fiquem atentos ao conteúdo das mensagens recebidas e alerta para o cuidado com as solicitações de depósitos bancários.  “Não façam transferências para contatos que você não conheça ou mesmo para pessoas conhecidas que não tenha o hábito de pedir empréstimo. A nossa dica de segurança é que você confirme por outro canal de comunicação, uma ligação ou outro meio, se realmente está falando com a pessoa certa”, previne o delegado.

Para os investigadores da polícia civil, os suspeitos criam perfis falsos utilizando-se de imagens e identificação de médicos, dentistas, promotores de justiça e juízes para enviar mensagens e pedidos de depósito bancários a parentes e pessoas próximas das vítimas. O acesso aos dados são obtidos por meio da compra das informações em sites na internet. Em Teresina, médicos, odontólogos, esteticistas e outros profissionais da área da saúde já foram alvos. Nesta semana, boletins de ocorrência apontam que os criminosos estão se apropriando de identidade dos jornalistas piauienses.

Continua depois da publicidade

CRIAÇÃO DE PERFIS FAKES NO WHATSAPP PARA OBTENÇÃO DE VALORES INDEVIDOS DE FAMILIARES DA VÍTIMA:

ORIENTAÇÃO:

    • Fique atenta (o) as solicitações de dinheiro por mensagem;

Continua depois da publicidade

    • Procure chegar a veracidade com seu contato, preferencialmente por ligação;

    • Desconfie de mensagem informando mudança de número;

    • Suspeite de pedidos de empréstimo com urgência para contas de terceiros;

Continua depois da publicidade

    • Evite expor informações pessoalmente identificáveis nas redes sociais;

Fonte: Ascom SSPPI
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®