Domingo, 24 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

23° 31°

Teresina - PI

Últimas notícias
Curiosidades
Curiosidades
Coluna de notícias curiosas.
Geral Veja as imagens
02/12/2020 15h16
Por: Marina Sousa

'Elefante mais solitário do mundo' deixa jaula apertada após 30 anos

Juiz ordenou que Kaavan fosse retirado de um zoológico precário no Paquistão. Ele foi levado de avião até um santuário natural no Camboja.

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Kaavan é considerado o "elefante mais solitário do mundo". Durante três décadas viveu em isolado em uma pequena jaula em um zoológico de Islamabad (capital do Paquistão). No país, ele era o único elefante asiático e o zoológico recebeu diversas acusações de condições precárias de cuidados. O elefante foi transportado para um santuário selvagem no Camboja, onde terá uma vida mais tranquila.

Uma operação de transporte cuidadosa foi planejada e executada para lidar com o animal de 10 toneladas. O pouso do animal no Camboja foi feito na nesta segunda (30) e celebrado por ativistas dos direitos dos animais do mundo todo, "o Camboja está pronto para receber Kaavan", disse o vice-ministro do Meio Ambiente, Neth Pheaktra, à agência AFP.

Em maio, um juiz paquistanês ordenou que todos os animais fossem removidos do zoológico, após a ordem, governos e entidades do país iniciaram um plano de transporte para o animal. Além disso, iniciaram as buscas por um local para ele morar. Especialistas da organização austríaca Four Paws ajudaram no planejamento da viagem e nos cuidados veterinários necessários para o traslado. Foram incluídos mais de 200 kg de comida durante o transporte, também foi necessário adestrá-lo para que Kaavan entrasse na caixa de metal para o voo. Segundo os veterinários, não demorou para o animal adquirir confiança na equipe.

Uma perseguição implacável entre um elefante e um carro foi registrada em um parque africano. Aparentemente, o animal (uma fêmea) se assustou com a presença do carro e partiu pra cima. O registro foi feito no Parque Nacional Amboseli, no Quênia, pelo fotógrafo Mwangi Kirubi.

Kirubi estava em um outro carro e percebeu a reação do elefante. Segundo ele, o carro que assustou os animais ultrapassou a velocidade permitida no parque, de 40 km/h. Ainda segundo o fotógrafo, a fêmea provavelmente era a matriarca do rebanho por isso, a atitude pode ser interpretada como uma defesa do grupo — funcionou, pois os dois carros correram. Felizmente, o animal não conseguiu alcançar o carro e causar estragos, como pretendia. 

Fonte: R7
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®