Segunda, 06 de Dezembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

29°

25° 36°

Teresina - PI

Últimas notícias
Sexo e Prazer
Sexo e Prazer
Tudo sobre o universo sexual.
Entretenimento Vitamina D
15/12/2020 11h13
Por: Marina Sousa

Tomar sol na pepeca aumenta a libido? Especialista responde à pergunta

Dos mesmos criadores de “sol no períneo para melhorar o apetite sexual”, vem aí: “sol na vulva para aumentar a libido”. A modelo brasileira Lunna Leblanc deu o que falar nas redes sociais após dividir com o público que seu segredo para uma vida sexual mais ativa é bronzear a pepeca.

“Parece outra coisa, mas não é! Apanhar banhos de sol nos genitais é muito bom e ajuda a aumentar a libido. Adoro esta experiência”, justificou-se Lunna.

FOTO: VLADGANS/GETTY IMAGES
FOTO: VLADGANS/GETTY IMAGES

Apesar da prática ser comum no tantra, como uma forma de ativar o fogo interior e trazer energia vital, a recomendação não é a mesma quando se trata da medicina. De acordo com Lilian Fiorelli, uroginecologista do Sexo Sem Dúvida, não há estudos que comprovem uma relação direta da vitamina D com a libido.

“Na literatura, não há nada que faça essa ligação. O que a vitamina D melhora, sem dúvidas, é a imunidade. Se você pensar que com uma imunidade melhor, a pessoa passa a ter uma melhora no bem-estar e uma consequente melhora na vida sexual, o que favorece a libido, tudo bem. Mas não existe relação direta”, explica.

Riscos

Apesar do benefício indireto da vitamina D, Lilian continua a não recomendar os banhos de sol na região íntima, pelo simples fato de não existir a necessidade. “Tomar sol em qualquer outra parte do corpo vai fazer você ter aumento da vitamina D, não precisa ficar sem calcinha, de perna aberta no sol para isso”, afirma.

Por mais que pareça uma prática inofensiva, tomar sol na vulva pode trazer diversos riscos para a saúde, por se tratar de uma área muito sensível. Portanto, a médica alerta: o mais indicado é não fazer.

“Até porque não existe um protetor solar íntimo, então não tem como proteger a região dos raios nocivos. Pode causar queimaduras e até câncer”, adverte.

Qual a explicação?

A médica, que também é especialista em sexualidade feminina, também dá outras teorias para o link feito entre o sol e a libido: a primeira possibilidade é a própria intenção de ficar pelada e se expor ao sol, que por si só já é um estímulo de fantasia, o que contribui de forma positiva para a libido.

A segunda é o calor local que o sol proporciona ao entrar em contato com a vulva, que causa uma sensação prazerosa. Nesse caso, o sol segue o mesmo exemplo de alguns géis e cremes íntimos e sensuais – que, em contato com a pele, esquentam.

“Na região genital, para uma melhor circulação e lubrificação, é preciso mais vasos dilatados. A sensação de mudança de temperatura, principalmente a quente, causa essa vasodilatação e, consequentemente, uma sensação boa instantaneamente. Não é que vá melhorar sua libido, mas vai ser gostoso na hora”, assinala.

Para quem busca uma forma eficaz e natural de manutenção da libido, Lilian lembra que, para começar, o controle emocional e o autoconhecimento são fundamentais. “A libido está na nossa cabeça, então é importante estar bem consigo mesma, no relacionamento, no trabalho; e também se conhecer, conhecer o próprio corpo, se masturbar. Além disso, uma alimentação equilibrada e saudável ajuda muito”, finaliza.

Fonte: Pouca vergonha
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp