Domingo, 07 de Março de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Política Destaques do Dia
15/12/2020 23h06
Por: Jornalista Milton Atanazio

Terça-feira, 15 de dezembro – RESUMO DO DIA

Os fatos que são destaques no cenário político nacional direto de Brasília

Mais de um mês após anúncio da vitória de Joe Biden nas eleições americanas, o presidente Jair Bolsonaro envia mensagem de cumprimentos.
Mais de um mês após anúncio da vitória de Joe Biden nas eleições americanas, o presidente Jair Bolsonaro envia mensagem de cumprimentos.

Terça-feira, 15 de dezembro – RESUMO DO DIA 

Boa noite. Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado, destacados pelo jornalista Milton Atanazio, direto de Brasilia.

 


JORNALISMO COM RESPONSABILIDADE
·         ABRACAM NOTÍCIAS –
Revista VOX – A cara e a voz do Legislativo!
www.abracambrasil.org.br
·         FOCO NA POLÍTICA –
Um panorama da política nacional direto de Brasília
www.foconapolitica.com.br
·         BRAZILIAN NEWS –
O seu site de notícias de Brasília para o Mundo
www.braziliannews.com.br
·         PORTAL R10 – O seu portal de notícias
www.portalr10.com/foco-na-politica-direto-de-brasilia
·         Direto com o jornalista MILTON ATANAZIO
[email protected]

n o t í c i a s

Sem falar em datas, governo diz que prevê iniciar vacinação contra Covid cinco dias após aval da Anvisa e entrega das doses. Mais de um mês após anúncio da vitória de Joe Biden nas eleições americanas, o presidente Jair Bolsonaro envia mensagem de cumprimentos. O procurador-geral da República, Augusto Aras, pede informações à Abin e ao GSI sobre supostos relatórios para defesa de Flávio Bolsonaro. E no Judiciário, Conselho Nacional de Justiça recomenda que tribunais de todo o país incentivem maior participação das mulheres nas comissões e nas bancadas examinadoras dos concursos.

Plano de imunização

Governo informa ao STF que início da vacinação contra Covid será 5 dias após aprovação da AnvisaGoverno informa ao STF que início da vacinação contra Covid será 5 dias após aprovação da Anvisa
VÍDEO -  www.foconapolitica.com.br

Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal, o Ministério da Saúde informou que o governo prevê iniciar a vacinação contra a Covid-19 em até 5 dias após o registro ou autorização das doses pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a entrega dos primeiros lotes. De acordo com o parecer sobre os detalhes do plano de imunização, pedido pelo ministro Ricardo Lewandowski, a imunização no Brasil deve ser concluída em 16 meses — quatro meses para vacinar todos os grupos prioritários e, em seguida, 12 meses para imunizar a “população em geral”. Veja detalhamento.

  • Plano do governo é equivocado, diz associação de profissionais da saúde
  • Valdo Cruz: para aliados e ministros do STF, termo de responsabilidade será barrado
  • Doria reafirma início da vacinação em 25 de janeiro para grupos emergenciais em SP
  • Belo Horizonte sela acordo por imunizante com SP: ‘Plano B’

Outro ponto discutido nesta terça (15) foi a Medida Provisória que prevê a compra de vacina pelo programa internacional Covax Faciliy, coordenado pela Organização Mundial de Saúde. O relator da MP, deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), informou que o texto a ser votado pelo Congresso terá a previsão de um “termo de consentimento” a ser assinado por quem tomar o futuro fármaco. Já o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que medida será votada na quinta (17) sem a exigência de que os vacinados assinem um termo.

Epidemiologistas criticaram a exigência do termo e afirmaram que “parece que o presidente não quer que a vacina aconteça” (assista ao vídeo abaixo)

VÍDEO: Termo de responsabilidade 'não faz sentido' e gera 'suspeição', diz epidemiologistaVÍDEO: Termo de responsabilidade ‘não faz sentido’ e gera ‘suspeição’, diz epidemiologista

Pandemia no Brasil

Funcionários da Ceagesp lotam local durante visita e pronunciamento de Bolsonaro em SP — Foto: Marina Pinhoni/G1Funcionários da Ceagesp lotam local durante visita e pronunciamento de Bolsonaro em SP — Foto: Marina Pinhoni/G1

Centenas de pessoas vestidas de verde, azul e amarelo — muitas delas sem máscara — foram convidadas a participar da inauguração da Torre do Relógio da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), na capital paulista, com Jair Bolsonaro. Do lado de fora, manifestantes contrários ao presidente pediram “Vacina Já”. Na semana passada, o presidente da Ceagesp, coronel da reserva da PM, enviou convites para que o público usasse as cores da bandeira do Brasil durante o evento.

  • SP tem mais de 11 mil pacientes internados e taxa de ocupação de UTI volta a ficar acima de 60%

No Rio de Janeiro, a prefeitura decidiu cancelar todas as festas oficiais de réveillon na cidade. A decisão é do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), que nesta terça (15) se reuniu com secretários para um balanço do fim do mandato. A celebração seria em pontos turísticos com transmissão online pela TV e internet, mas sem participação do público. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), o cancelamento não terá impacto significativo no setor de hotelaria.

  • RJ registra 147 mortes e mais de mil casos em 24 horas
  • Taxa de transmissão no Brasil está em 1,13, diz Imperial College

De acordo com o consórcio de veículos de imprensa, o país registrou 915 novas mortes pela Covid, chegando ao total de 182.854 óbitos. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 6.974.258 brasileiros já tiveram ou têm o coronavírus, com 44.849 desses registrados no último dia. Dezoito federações e o Distrito Federal apresentaram alta na média móvel de mortes. Veja a situação do seu estado.

Vítimas da Covid

VÍDEO: Famosos repercutem morte Paulinho, vocalista do Roupa NovaVÍDEO: Famosos repercutem morte Paulinho, vocalista do Roupa Nova  -  VÍDEO -  www.foconapolitica.com.br

dia foi de homenagens a Paulo César Santos, o Paulinho, vocalista e percussionista do Roupa Nova. O grupo agradeceu o carinho recebido dos fãs e amigos. O músico morreu, aos 68 anos, na noite desta segunda (14). Ele estava internado em um hospital particular do Rio de Janeiro, onde fazia tratamento para se recuperar de complicações da Covid. O velório será nesta quarta (16), em uma cerimônia restrita para os familiares.

Fonte: g1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®