Sexta, 30 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

23° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Esportes
Esportes
Tudo sobre esportes no Piauí, Brasil e no Mundo.
Esportes Esportes
21/12/2020 11h54 Atualizada há 7 meses
Por: Bruna Sampaio

Bahia demite Mano Menezes após derrota para o Flamengo

O Bahia anunciou a demissão, na noite deste domingo, do técnico Mano Menezes. Ele deixa o comando do clube após a derrota para o Flamengo por 4 a 3, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

"O Esporte Clube Bahia comunica que Mano Menezes não é mais o técnico do Esquadrão. Nesta mesma ocasião aproveitamos para anunciar que, em relação à grave acusação de racismo envolvendo o colombiano Indio Ramirez, o clube se posicionará em breve após finalizar a apuração do caso", escreveu o Bahia em comunicado. 

Foto: Felipe Oliveira/Bahia
Foto: Felipe Oliveira/Bahia

O treinador chegou ao Bahia em setembro deste ano para substituir Roger Machado. Ao todo, foram 24 jogos à frente da equipe, com oito vitórias, dois empates e 14 derrotas.  

Continua depois da publicidade

Entenda o caso 

Mano Menezes também foi alvo de reclamações de Gerson, do Flamengo, após a partida. O jogador rubro-negor acusou o meia Indio Ramírez, do Bahia, de injúria racial e disse que o ex-treinador do time baiano foi desrespeitoso.

“Tenho vários jogos pelo profissional e nunca vim na imprensa falar nada porque nunca tinha sofrido preconceito, nem sido vítima nenhuma vez. O Ramirez, quando tomamos acho que o segundo gol, o Bruno fingiu que ia chutar a bola e ele reclamou com o Bruno. Eu fui falar com ele e ele falou bem assim para mim: ‘Cala a boca, negro’. Eu nunca falei nada disso, porque nunca sofri. Mas isso aí eu não aceito”, disse Gerson, em entrevista ao canal Premiere, após a partida.  

“O Mano até falou ‘Ah, agora você é vítima, não é? O Daniel Alves te atropelou e você não falou nada’. Claro, porque teve respeito entre eu e ele. Eu nunca falei de treinador, mas o Mano tem que saber respeitar. Estou vindo falar aqui por mim e por todos os negros do Brasil”, completou. 

Fonte: Super esportes
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp