Sábado, 31 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

21° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Política RESUMO DO DIA
21/12/2020 23h05 Atualizada há 7 meses
Por: Jornalista Milton Atanazio

Segunda-feira, 21 de dezembro – RESUMO DO DIA

Segunda-feira, 21 de dezembro – RESUMO DO DIA 

Boa noite. Aqui estão as notícias para você terminar o dia bem-informado, destacados pelo jornalista Milton Atanazio direto de Brasília.


A OMS diz que mutação do coronavírus “não está fora de controle”. A nova variante do vírus leva mais de 40 países a restringir a entrada de passageiros do Reino Unido. A União Europeia aprova o uso do imunizante da Pfizer e BioNTech, e prevê iniciar a vacinação neste domingo. O presidente eleito dos EUA, Joe Biden, recebe a 1ª dose de vacina contra Covid. E um evento histórico: veja as fotos do alinhamento entre Júpiter e Saturno.

Luta contra o vírus

Nova variante do coronavírus faz mais países suspenderem voos do Reino UnidoNova variante do coronavírus faz mais países suspenderem voos do Reino Unido

O diretor de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Michael Ryan, afirmou que a nova variante do coronavírus “não está fora de controle”, mas que bloqueios adotados por diferentes países são “prudentes”. Segundo a OMS, não existem evidências de que a mutação aumente a gravidade da doença.

A OMS diz que mutação do coronavírus
A OMS diz que mutação do coronavírus

Nesta segunda, diversos países restringiram voos do Reino Unido, onde essa cepa — que os britânicos dizem que seria até 70% mais transmissível — foi detectada. O Brasil não anunciou medidas. Os governos da Austrália, Itália e Holanda afirmaram que encontraram pacientes infectados com a nova linhagem vírus.

Continua depois da publicidade
  • Impacto na economia: dólar bate R$ 5,22, mas ameniza alta e fecha a R$ 5,12
  • Bovespa tem queda forte com variante de coronavírus; acumulado do ano fica perto de zero

Vacina na Europa

Profissional de saúde prepara dose da vacina contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. — Foto: Gil Cohen-Magen/AFP Profissional de saúde prepara dose da vacina contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. — Foto: Gil Cohen-Magen/AFP

A Comissão Europeia autorizou o uso da vacina contra a Covid-19 das farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Horas antes, a agência de regulação de produtos médicos da Europa havia dado sinal verde ao imunizante. Com isso, os países do bloco devem começar a vacinação no dia 27 de dezembro.

  • AstraZeneca e desenvolvedora da Sputnik V assinam acordo para testar combinação de vacinas contra Covid-19

Pandemia no Brasil

Profissional da Saúde cuida de paciente com Covid-19 na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste de São Paulo, em foto de 8 de dezembro. — Foto: Suamy Beydoun/Estadão ConteúdoProfissional da Saúde cuida de paciente com Covid-19 na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, na Zona Oeste de São Paulo, em foto de 8 de dezembro. — Foto: Suamy Beydoun/Estadão Conteúdo

Um relatório aprovado pelo Tribunal de Contas da União aponta uma série de erros do governo federal no combate à pandemia. O texto cita, por exemplo, falhas na distribuição de equipamentos de proteção individual, respiradores e kits de testes, além da falta de planejamento para compra de itens para a vacinação, como seringas e agulhas. De acordo com o TCU, “a resposta do Ministério da Saúde evidencia a ausência de uma estratégia federal minimamente detalhada para combater os efeitos da pandemia”.

Nesta segunda, o país registrou mais 549 mortes pela Covid-19, chegando ao total de 187.322 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de 769 mortes por dia em uma semana é a mesma de 18 de setembro. A curva de óbitos está em alta em 14 estados. Veja os dados detalhados.

  • Butantan diz que terceira e última fase de testes da CoronaVac foi concluída
  • Doria anuncia compra de 100 milhões de seringas para aplicação da CoronaVac; maior lote da vacina chega a SP na quinta

Imunização nos EUA

Biden recebe primeira dose da vacina da Pfizer nos EUA — Foto: REUTERS/Leah MillisBiden recebe primeira dose da vacina da Pfizer nos EUA — Foto: REUTERS/Leah Millis

Joe Biden, presidente eleito dos Estados Unidos, recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. A aplicação em público é um esforço para incentivar a vacinação no país. O presidente Donald Trump, de 74 anos, que contraiu a doença em outubro, ainda não informou se tomará o imunizante.

“Estou fazendo isso para mostrar que as pessoas têm que estar preparadas para se vacinar assim que for possível”, disse Biden, que tem 78 anos.

Luto

Imagem de arquivo do dia 20/01/2015. A atriz Nicette Bruno durante Homenagem ao marido e ator Paulo Goulart no Teatro Augusta, em São Paulo. Nicette morreu aos 87 anos neste domingo, 20, em decorrência do coronavírus. — Foto: IARA MORSELLI/ESTADÃO CONTEÚDOImagem de arquivo do dia 20/01/2015. A atriz Nicette Bruno durante Homenagem ao marido e ator Paulo Goulart no Teatro Augusta, em São Paulo. Nicette morreu aos 87 anos neste domingo, 20, em decorrência do coronavírus. — Foto: IARA MORSELLI/ESTADÃO CONTEÚDO

O corpo da atriz Nicette Bruno foi cremado no Cemitério da Penitência, na Zona Portuária do Rio. Mais cedo, familiares e amigos próximos se despediram da artista em um velório restrito. Segundo parentes, as cinzas serão levadas para o jazigo da família em São Paulo, onde está enterrado o ator Paulo Goulart, marido de Nicette. A atriz morreu neste domingo, aos 87 anos, de complicações causadas pela Covid-19.

  • Memória Globo: Nicette está entre as pioneiras da TV
  • Webstories: relembre personagens da atriz
  • Fotos: veja momentos marcantes da vida de Nicette
  • Familiares e colegas homenageiam atriz; veja repercussão

Judiciário

O desembargador Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga do decano Celso de Mello — Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoO desembargador Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga do decano Celso de Mello — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

A Procuradoria-Geral da República (PGR) recorreu da decisão do ministro Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), de suspender um trecho da lei da Ficha Limpa — que determina que uma pessoa condenada por órgão colegiado deve ficar inelegível desde a condenação até oito anos após o cumprimento da pena. Atendendo um pedido do PDT, Marques suprimiu a parte que diz “após o cumprimento da pena”. Na prática, a decisão evita que a sanção ultrapasse oito anos.

  • Valdo Cruz: Marco Aurélio diz que colega “inovou e causou perplexidade”

Investigação preliminar

Eduardo Bolsonaro durante sessão da Câmara — Foto: REUTERS/Adriano MachadoEduardo Bolsonaro durante sessão da Câmara — Foto: REUTERS/Adriano Machado

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu apuração preliminar para analisar o pagamento em espécie feito pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) na aquisição de dois apartamentos na Zona Sul do Rio, entre 2011 e 2016. Segundo o despacho enviado ao Supremo Tribunal Federal, a PGR vai verificar se há elementos que justifiquem a abertura de uma investigação formal. As informações sobre as transações financeiras foram reveladas pelo jornal “O Globo”. De acordo com a reportagem, na época, o filho do presidente Jair Bolsonaro teria pago R$ 150 mil em dinheiro.

Eleição no Congresso

Rodrigo Maia — Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos DeputadosRodrigo Maia — Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Na corrida pela presidência da Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que quer apresentar até quarta (23) o nome do candidato que vai concorrer com o deputado Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo Palácio do Planalto. Na última sexta-feira, os partidos de oposição PT, PCdoB, PSB e PDT anunciaram adesão ao bloco articulado por Maia, que tem 11 legendas. A eleição que definirá a nova Mesa Diretora está marcada para 1º de fevereiro.

  • Blindagem a Flávio Bolsonaro entra nas negociações da sucessão do Senado
  • Flávio Bolsonaro renuncia ao cargo de terceiro secretário da Mesa do Senado

Tragédia no Vale do Itajaí

Bombeiros trabalham nesta segunda-feira (21) na procura por vítimas da enxurrada em Presidente Getúlio — Foto: Maurício Cattani/NSC TVBombeiros trabalham nesta segunda-feira (21) na procura por vítimas da enxurrada em Presidente Getúlio — Foto: Maurício Cattani/NSC TV

Subiu para 20 o número de mortos na enxurrada no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Nesta tarde, os corpos de mais três vítimas foram localizados em Presidente Getúlio, segundo os bombeiros. As buscas por desaparecidos na região continuam. Além disso, voluntários trabalham em casas e ruas atingidas pela lama.

  • FOTOS: chuva causa mortes e destruição em Santa Catarina
  • Veja imagens do centro de Presidente Getúlio antes e depois da enxurrada
  • Exército auxilia na limpeza de ruas em Presidente Getúlio

Estrela de Belém

Montagem alinhamento Júpiter e Saturno — Foto: Yasser al-Zayyat /AFPMontagem alinhamento Júpiter e Saturno — Foto: Yasser al-Zayyat /AFP

Um evento raríssimo e histórico: os dois maiores planetas do Sistema Solar, Júpiter e Saturno, se alinharam nesta segunda. O fenômeno — visível a olho nu — não acontecia desde a Idade Média. Agora, só deve se repetir em 800 anos. Veja fotos.

Nova estação ☀

Praia da Costa, em Vila Velha, ES, lotada no primeiro dia do verão, mesmo com a pandemia do coronavírus. — Foto: Reprodução/TV GazetaPraia da Costa, em Vila Velha, ES, lotada no primeiro dia do verão, mesmo com a pandemia do coronavírus. — Foto: Reprodução/TV Gazeta

O verão começou oficialmente nesta segunda-feira (21), e já foi bem quente no Sudeste, com máximas acima dos 30ºC. A partir desta terça (22), a temperatura deve cair em São Paulo e no Rio de Janeiro.

E o Natal vai ser de calorão em boa parte do país, com temperaturas acima dos 30ºC no dia 25 de dezembro. A previsão é de chuva isolada em Brasília, Cuiabá, Goiânia, Manaus, Palmas, Porto Velho, Rio Branco, Teresina e no Rio de Janeiro. Leia mais.

Economia

Datafolha: auxílio emergencial é a única renda de 36% dos entrevistadosDatafolha: auxílio emergencial é a única renda de 36% dos entrevistados

36% das famílias que recebem o auxílio emergencial não têm outra fonte de renda além do benefício, aponta pesquisa do Datafolha. O levantamento mostra também que, após a redução do valor — de R$ 600 para R$ 300 —, 75% das famílias passaram a gastar menos em alimentos, e 65% diminuíram a compra de remédios.

Sortudo

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp