Sábado, 24 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

30°

19° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Presidente
28/12/2020 15h10
Por: Bruna Sampaio

'Quem já foi infectado, tem que tomar a vacina?', questiona Bolsonaro

presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a vacina para covid-19 nesta segunda-feira (28). Em conversa com apoiadores nesta manhã, Bolsonaro questionou se pessoas que já foram infectadas pelo coronavírus, como ele mesmo foi, devem tomar a vacina. Após o bate papo, Bolsonaro já decolou para o Guarujá, em São Paulo, onde irá passar o feriado.

"E agora, quem já foi infectado, como eu, tem que tomar (a vacina)? É impressionante, eu já assinei o cheque, R$ 20 bilhões, dinheiro de vocês. E tem gente de olho nesse dinheiro. É impressionante como uma ou outra pessoa que a gente conhece, sem dizer o nome aqui, jamais se preocuparia com a vida do próximo, a preocupação é outra, que eu não vou falar qual que é", disse o presidente. 

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Bolsonaro voltou a ressaltar as dimensões continentais do país, afirmando que o "mercado consumidor de qualquer coisa é enorme". Ele questionou a suposta falta de interesse dos laboratórios em vender o imunizante para o Brasil e disse que "quem quer vender tem que apresentar a documentação". 

"Os laboratórios não tem que estar interessado em vender para gente? Então porque eles não apresentam a documentação na Anvisa? Falam que eu tenho que ir atrás, não não, quem quer vender, se eu sou vendedor, eu tenho que apresentar esses documentos", reiterou. 

O presidente também voltou a questionar os possíveis efeitos colaterais por conta da aplicação da vacina. "E tem um detalhe, eu já falei, na bula, nos contratos, todos que eu vi, está escrito lá, 'não nos responsabilizamos por efeitos colaterais', que efeitos são esses? Não sei. Não vou nem fazer brincadeira porque depois falam que eu estou zombando, é coisa séria", pontuou Bolsonaro. 

"Certas coisas não podem ser correndo, está mexendo com a vida do próximo. A imprensa desceu o cacete em mim, agora se eu vou lá na Anvisa, que é um órgão de Estado, vão falar que eu estou interferindo. Até hoje não provaram minha interferência na PF. Falaram que estava lá na reunião secreta (entre ministros) e não estava", emendou o presidente. 

Fonte: R7
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp