PREFEITO RIBINHA, DO PT – Um Professor político reprovado pelo povo e também pela classe educadora de Campo Maior.

 

Ao fim do mandato, os professores efetivos da rede municipal fazem denuncia de pagamento fracionado e atraso no 13ª e também no terço das férias.

A Professora Pimentel” abre a boca – “Estamos sofrendo com a forma que estamos sendo tratados, “Pagando de pouquinho a educação”. E o pior de tudo é que sumiram todos, prefeito e secretário de educação”, publicou nas redes sociais.

 

 

Negando a classe, o prefeito derrotado nas últimas eleições Professor Ribinha, do PT, vem fracionando o pagamento salarial dos professores e atrasando o repasse do 13ª e o terço de férias dos profissionais da educação de Campo Maior. A denuncia é da educadora efetiva do município, Professora Pimentel, que desabafou nas redes sociais a omissão do prefeito e também do secretário de educação, Edvaldo Lima.

A denuncia chega em meio ao rombo milionário no CampoMaiorPrev e também no atraso dos repasses dos empréstimos consignados junto ao Banco Caixa que ameaça a aposentadoria dos servidores e deixa o nome dos professores “Sujo” junto aos órgãos de controle financeiro.

Professor Ribinha é denunciado por está em atraso com a maioria dos professores efetivos e também contratados de Campo Maior. Os educadores alegam que o prefeito vem realizando os repasses em forma de rodizio sem dia certo e mostrando insegurança com os pagamentos referentes aos meses de novembro e dezembro.

Com um vida pública cheia de incertezas, Ribinha acumula graves denuncias e recentemente foi alvo de uma fiscalização da Controladoria Geral da União (CGU), além de ser apontado como um dos participantes do esquema investigado pela “Operação Topique” da Polícia Federal.