Sábado, 08 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

24° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Piauí Scheyvan Xavier Lima
04/01/2021 17h00 Atualizada há 4 meses
Por: Bruna Sampaio

Novo presidente da FCMC é investigado por desvio de recursos públicos

Scheyvan Xavier Lima - Foto: reprodução
Scheyvan Xavier Lima - Foto: reprodução

A classe artística de Teresina vê com preocupação o fato de a Fundação Cultural Monsenhor Chaves (FCMC) passar a ser gerida por alguém que é réu em processo por improbidade administrativa, ou seja, por desvio de recursos públicos. Isso porque o órgão é responsável por gerir as políticas públicas culturais de Teresina.

O indicado para comandar a pasta da cultura municipal é Scheyvan Xavier Lima. Ele que também é membro do Conselho Deliberativo do do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura (Siec) é réu na Ação Civil Pública promovida pelo Ministério Público Estadual (MP-PI) no processo nº 0831496-43.2019.8.0140 por desvio de mais de R$ 4 milhões.

O processo no qual Scheyvan é investigado diz respeito ao ano de 2.014, época que presidiu a antiga Fundação de Cultura do Estado (FUNDAC), atual Secretaria de Cultura do Piauí (Secult). Ou seja, se quando Scheyvan teve oportunidade de cuidar da Cultura Estadual acabou sendo investigado em um processo por desvio de dinheiro, a classe artística teme que isso possa voltar a acontecer agora em Teresina.

Continua depois da publicidade

“Afirma o autor [MP-PI] que instaurou inquérito civil para apurar as irregularidades que versam sobre os convênios estaduais celebrados no exercício de 2014 por intermédio da FUNDAC [atual Secult Piauí], a entidade sem fins lucrativo supracitada, salienta que as irregularidades foram notadas sobretudo em relação a 2 (duas) entidades sem fins lucrativos – Associação Amigos do Balé e Associação de Arte e Cultura Sertão Cultural – visto que somadas celebraram convênios no montante de R$ 4.582.517, 00 (quatro milhões, quinhentos e oitenta e dois mil, quinhentos e dezessete reais), o que equivale a 55, 72% do total celebrado com entidades privadas, conforme o relatório CGE nº 3714”, diz trecho de documento do Poder Judiciário do Estado do Piauí.

Artistas de Teresina de diversas linguagens artísticas começam a questionar a indicação e se organizam para cobrar do novo prefeito eleito, Dr. Pessoa, a indicação de alguém com perfil minimamente adequado para ocupar o cargo e gerir de forma correta as políticas públicas do município de Teresina.

Processo:
https://www.mppi.mp.br/consulta-publica/busca/registro_mp?numero=000039-025/2014

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp