Terça, 25 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

28°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Tecnologia
Tecnologia
Todas as informações sobre tecnologia no mundo.
Tecnologia Conteúdos falsos
07/01/2021 16h58
Por: Marina Sousa

YouTube vai derrubar canais que divulgam fake news

O YouTube anunciou, nesta quinta-feira (7), que vai derrubar canais que divulgarem conteúdos falsos que violem as regras da rede social. A medida acontece depois da plataforma excluir um vídeo do presidente americano Donald Trump .

De acordo com o YouTube, qualquer canal que publicar conteúdos com falsas alegações sofrerá um  strike . Isso significa que o canal será derrubado por uma semana. Quem sofre  strike no YouTube perde o direito de fazer as seguintes funções por uma semana:

Foto: Reprodução/Unsplash
Foto: Reprodução/Unsplash
  • Subir vídeos, transmissões ao vivo ou stories;
  • Criar miniaturas customizadas ou posts da comunidade;
  • Criar, editar ou adicionar colaboradores a playlists;
  • Adicionar ou remover playlists da página de exibição;
  • Mostrar um trailer durante estreias;
  • Enviar espectadores de uma transmissão ao vivo para uma estreia ou o contrário.

Após o primeiro  strike , caso o canal volte a ferir as regras do YouTube , a punião será a mesma, mas por duas semanas. Da terceira vez, a penalidade é definitiva e o canal é excluído.

Continua depois da publicidade

Para mudar as regras, o YouTube citou a invasão de apoiadores de Trump ao Capitólio. "Devido aos eventos perturbadores que ocorreram ontem, e dado que os resultados das eleições já foram certificados, a partir de hoje quaisquer canais que postarem novos vídeos com falsas alegações de violação de nossas políticas receberão um strike . No mês passado, removemos milhares de vídeos que espalhavam desinformação alegando que a fraude eleitoral generalizada mudou o resultado da eleição de 2020, incluindo vários vídeos que o presidente Trump postou em seu canal", escreveu a rede social.

Confira a publicação completa do YouTube :

Fonte: iG
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp