Terça, 11 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

29°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Francisco Rocha
Francisco Rocha Francisco Rocha é blogueiro do Município de Cabeceiras do Piauí
Cidades Esclarecimento
04/04/2018 10h13 Atualizada há 3 anos
Por: Francisco Rocha

Secretária de Saúde de Cabeceiras emite nota de esclarecimento sobre hipoclorito vencido

Secretária de Saúde de Cabeceiras emite nota de esclarecimento sobre hipoclorito vencido

A Secretária Municipal de Saúde de Cabeceiras do Piauí, Ana Mota, divulgou nesta quarta-feira (04/04) por meio do Portal Institucional da prefeitura uma nota de esclarecimento sobre as 69 caixas contendo frascos de hipoclorito de sódio vencidos encontradas na sala da Vigilância Sanitária durante visita de 4 parlamentares da oposição. De acordo com a nota, a 5ª Regional de Saúde de Campo Maior enviou uma quantidade além do necessário para uso no município, porém devido o uso político do caso, já providenciou a devolução.

Veja a nota na íntegra:

"Para fins de publicidade e transparência, a Secretária Municipal de Saúde de Cabeceiras do Piauí, Ana dos Santos Mota, informa a todos que nas ações de combate à dengue, o Ministério da Saúde, juntamente com o Governo do Estado, através da 5ª Regional de Saúde de Campo Maior, distribuiu ao município de Cabeceiras uma quantidade grande do produto hipoclorito de sódio, acima da necessidade que o município necessita e com a validade muito próxima do seu vencimento, para que o município fizesse às ações no combate ao mosquito da dengue, e assim foi feito pelos Agentes de Endemias e de Saúde. Inclusive após comunicação com  a 5ª Regional de Saúde de Campo Maior e explicação do fato, esta autorizou a devolução do hipoclorito de sódio vencido e nos comunicou que emitirá uma nota sobre o caso.

Continua depois da publicidade

A 5ª Regional de Saúde de Campo Maior recomenda a utilização do hipoclorito de sódio no combate ao mosquito da dengue mesmo com data de validade vencida, menos para aplicação em água para consumo humano, mas tendo em vista o uso político do caso, Cabeceiras devolverá todo o produto que veio a mais, além da necessidade do município. Inclusive já solicitamos nova remessa de hipoclorito de sódio de acordo com a necessidade da população e com validade segura para as ações de combate ao mosquito da dengue para o restante do ano de 2018, estas ações são contínuas e não podem parar. A secretária informa ainda, que o mais importante são as ações educativas feitas no município para que o mosquito não prolifere.

Ressaltamos mais uma vez que o município de Cabeceiras não compra o hipoclorito de sódio, recebe do Ministério da Saúde e que o município tem feito religiosamente as campanhas no combate ao mosquito da dengue, tanto que não temos casos da doença na cidade. 

Atenciosamente

Ana dos Santos Mota

Secretária Municipal de Saúde”

Veja ofício de devolução à  5ª Regional de Saúde de Campo Maior:

Fonte: Direto da Redação
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp