Terça, 26 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Esportes
Esportes
Tudo sobre esportes no Piauí, Brasil e no Mundo.
Esportes Técnico
12/01/2021 11h46
Por: Bruna Sampaio

Irritado com extracampo, Felipão avalia deixar o Cruzeiro

Promessas feitas ao técnico no momento da contratação não estão sendo cumpridas.

Luiz Felipe Scolari Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad
Luiz Felipe Scolari Cruzeiro — Foto: Bruno Haddad

Irritado com o momento do Cruzeiro fora do campo, o técnico Luiz Felipe Scolari não tem permanência garantida para a temporada 2021. Apesar de ter contrato até o fim de 2022, Felipão não descarta um pedido de demissão após o fim da Série B. Não há multa prevista em caso de rescisão por parte do treinador.

Segundo apurou o ge, promessas feitas ao treinador na reunião em que selou a contratação, em Porto Alegre, não estão sendo cumpridas. Entre elas, estava a obrigação manter os salários em dia. Hoje, os atletas estão com duas folhas em atraso, além de não terem recebido o 13º salário.

Os funcionários, em geral, também estão com salários atrasados. Felipão tem sido um “para-raios” do clube neste sentido. O treinador é perguntado constantemente sobre previsão de pagamento, mas não tem uma resposta da diretoria. Mais um fator que o deixa insatisfeito.

Continua depois da publicidade

À época, também ficou acertado que o Cruzeiro pagaria uma dívida na Fifa, que o impedia de realizar contratações. Promessa cumprida, tanto é que Rafael Sobis, Giovanni e William Pottker puderam ser registrados. No entanto, uma nova punição, agora na CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas), proíbe o clube, desde o fim de novembro, de registrar atletas no profissional e na base.

A insatisfação de Luiz Felipe Scolari já ficou clara depois da vitória sobre o Sampaio Corrêa, na última sexta-feira, quando ele afirmou que precisaria ter uma conversa com André Mazzuco, novo diretor de futebol, para ter certeza sobre uma “segurança maior”.

De olho no mercado

Continua depois da publicidade

Internamente, a diretoria do Cruzeiro está ciente da possibilidade de Felipão não seguir. O clube conta com ele para o projeto de 2021, mas também está atento ao mercado, observando possíveis substitutos, focando, sobretudo, em profissionais que tenham experiência na Série B.

Este ano, antes de acertar a contratação de Luiz Felipe Scolari, este era o perfil buscado pela diretoria de futebol, tanto é que foi atrás de Umberto Louzer (Chapecoense), Lisca (América-MG) e Marcelo Chamusca (então técnico do Cuiabá). Outro nome cogitado pelo clube à época foi Felipe Conceição, que fez um trabalho de retomada na Série B de 2019, com o América, ficando a um ponto ao acesso à elite.

Fonte: GE
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®