Terça, 26 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Auto
R10 Auto
Confira todas as notícias sobre carros, motos, lançamentos, além de segredos e guia de compras.
Entretenimento Novidade
13/01/2021 11h39
Por: Francine Dutra

Veja os carros importados que a Ford venderá no Brasil em 2021 e 2022

A marca norte-americana vai focar em SUVs e picapes, trazidos principalmente do México e Estados Unidos.

Foto: Ford
Foto: Ford

A Ford deixou de fazer carros no Brasil. Por ora, apenas a Troller continuará a fabricar o T4 durante um tempo extra. Mas a marca norte-americana tem em seus planos alguns lançamentos interessantes, porém todos importados. Com exceção do Mustang, a linha será composta por picapes e SUVs.

São veículos de alto valor agregado, com rentabilidade superior ao de carros de massa. Talvez seja o suficiente para a sobrevivência da marca. Sem pensar em volume, caberá ao fabricante tirar o máximo possível de lucro em cada um dos modelos vendidos.

Confira o que podemos esperar de cada um deles.

Continua depois da publicidade

Bronco Sport

O Bronco Sport foi o escolhido para inaugurar essa fase entre os novos importados da Ford. O modelo é feito sobre a mesma plataforma do Escape e do novo Focus. Mas tem apelo voltado ao fora de estrada.

A motorização para o mercado nacional deve ser sempre o 2.0 turbo (245 cv) e a tração integral deve vir em quase todos. Ainda há o 1.5 turbo no exterior. E o preço? Ele ficará acima dos R$ 240 mil. Segundo fonte, o valor não foi definido definitivamente, contudo será próximo do pedido pelo Escape Hybrid. Mesmo que seja trazido do México.

Continua depois da publicidade

Escape Hybrid

Já esperado para o Brasil, o Escape Hybrid será importado dos Estados Unidos. Ou seja, não terá a isenção de impostos de importação que o Bronco Sport. Porém, não deve ser muito diferente do praticado pelo Toyota RAV4 (de R$ 242 mil a R$ 267 mil).

A motorização conjuga um 2.5 aspirado a um motor elétrico para gerar até 203 cv. A tração é sempre dianteira, uma decisão que deixa claro que o negócio do Escape é asfalto.

Continua depois da publicidade

Maverick

A nova picape média-pequena está sendo revelada aos poucos na internet e já teve até uma foto publicada na linha de produção. O utilitário adota o mesmo princípio de construção monobloco da Fiat Toro, contudo será bem maior. O objetivo é garantir domínio em um mercado que também terá a Hyundai Santa Cruz como sua maior rival.

Há opção de tração 4X4 e motor 2.0 turbo como o do Fusion vendido até pouco tempo no Brasil. A potência chega a 245 cv, mais do que suficiente para levar uma carga estimada em uma tonelada.

Mas também pode ter uma versão mais acessível para não invadir o mercado da Ranger. O objetivo é começar abaixo dos R$ 200 mil. O dólar alto pode atrapalhar os planos, mesmo que a novidade venha do México sem pagar imposto de importação.

Mustang Mach-E

O tradicional Mustang não deixará de ser vendido no mercado nacional. E receberá a companhia da sua contraparte elétrica, um SUV verde que deixou os puristas preocupados, mas que está se mostrando bem interessante nos primeiros testes. Ainda não há data certa para o Mach-E desembarcar ou seu preço. Mas certamente deve ser até 2022.

Ranger

Falando nela, a picape média tem uma nova geração a caminho. A Ranger nova está em testes avançado e já foi flagrada em testes. O utilitário passa a impressão de seguir de perto o estilo da F-150, o que vai deixá-lo mais robusto e separado em visual (e porte) da sua familiar Maverick.

A estrutura apela para o mesmo esquema de cabine sobre chassi. Monobloco fica para a menor Maverick. E a produção continuará a ser na Argentina. O lançamento no nosso mercado é esperado para o segundo semestre de 2022.

F-150

A mesma fonte que antecipou o Bronco Sport falou que a importação da picape grande não está fora de questão. Seria uma bela concorrente para a RAM 1500 ou 2500. Mas ainda não se sabe qual será a versão escolhida. É apenas certo que será uma top de linha, afinal, se trata de um mercado restrito e para poucos afortunados.

Trazer um veículo tão caro dos Estados Unidos terá um impacto proporcional ao tamanho da F-150. A estimativa de preço fica entre R$ 400 mil e R$ 500 mil.

Fonte: Auto Esporte
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®