Sexta, 27 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Saúde
Saúde
Encontre aqui notícias sobre saúde e bem-estar.
Saúde Estudo
22/01/2021 09h45
Por: Francine Dutra

SARS-CoV-2 desencadeia anticorpos de infecções anteriores por coronavírus

Os resultados de um estudo liderado pela Northern Arizona University e pelo Translational Genomics Research Institute (TGen), publicados na revista Cell Reports Medicine, sugerem que o sistema imunitário de pessoas infectadas com o vírus SARS-CoV-2, responsável pela Covid-19, pode contar com anticorpos criados durante infecções prévias de outros coronavírus.

De fato, os coronavírus já circulam há muito tempo. Antes do SARS-CoV-2, pelo menos seis outros tipos de coronavírus chegaram aos humanos. O estudo procurou entender como esses parentes afetam a resposta do sistema imunitário ao novo vírus.

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

"Os nossos resultados sugerem que o vírus da Covid-19 pode despertar uma resposta de anticorpos que existia em humanos antes da nossa pandemia atual, o que significa que podemos já ter algum grau de imunidade pré-existente a este vírus", disse o investigador John Altin.

Continua depois da publicidade

Para chegar a esta conclusão, os investigadores usaram uma ferramenta chamada PepSeq para mapear com precisão as respostas de anticorpos a todos os coronavírus que infectam humanos. "Os dados permitiram uma ampla caracterização da resposta de anticorpos em indivíduos recentemente infectados com SARS-CoV-2 em comparação com aqueles de indivíduos expostos apenas a coronavírus anteriores que agora estão disseminados em populações humanas", disse outro investigador, Jason Ladner.

Entre os coronavírus parentes, estão dois considerados mortais que afetaram o Oriente Médio e a Ásia em 2003 e 2012.

Os investigadores esperam que esta análise possa ajudar a projetar novos diagnósticos, avaliar os poderes de cura do plasma, desenvolver novos tratamentos terapêuticos e - mais importante - ajudar a desenhar futuras vacinas ou terapias com anticorpos.

Fonte: Notícias ao Minuto
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp