Quinta, 25 de Fevereiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

23°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Teresina Paralisação
25/01/2021 07h48 Atualizada há 1 mês
Por: Bruna Sampaio

Motoristas de ônibus param as atividades nesta segunda em Teresina

Os trabalhadores protestam pelo pagamento de ticket alimentação e plano de saúde.

Foto: Divulgação/PMT
Foto: Divulgação/PMT

Motoristas e cobradores de ônibus do transporte coletivo de Teresina pararam as atividades nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (25). 

Os trabalhadores protestam pelo pagamento de ticket alimentação e plano de saúde que estariam em atraso desde a gestão de Firmino Filho. 

Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (SINTETRO) afirma que em reunião com Bruno Pessoa, novo superintendente da Strans, ficou acertado que os benefícios seriam pagos, o que não foi feito até o momento. 

Em nota, a Strans repudiou a afirmação da entidade atribuindo ao superintendente em exercício, Bruno Pessoa, a responsabilidade em realizar pagamento de ticket alimentação e plano de saúde aos trabalhadores rodoviários no Piauí.

"No dia 13 de janeiro de 2021, os representantes do SINTETRO foram recepcionados pelo superintendente para tratar das demandas referentes à categoria, mas em nenhum momento se tratou de pagamento de Ticket Alimentação e Plano de Saúde aos trabalhadores rodoviários no Piauí até porque não é da competência da STRANS. Dessa forma, a STRANS, ao tempo em que manifesta seu repúdio ao conteúdo da nota divulgada pelo SINTETRO, deixa claro que está à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos", diz a Strans. 

Nota do SETUT

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) constatou que o Sintetro paralisou as atividades tendo em vista que a Prefeitura Municipal de Teresina não fez o repasse no dia 20/01, do valor que foi acordado com o Sindicato dos trabalhadores. O repasse seria feito através das empresas juntamente com a parcela devida às concessionárias, para que essas disponibilizassem os recursos aos trabalhadores.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®