Segunda, 29 de Novembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

33°

25° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Francisco Rocha
Francisco Rocha Francisco Rocha é blogueiro do Município de Cabeceiras do Piauí
Cidades Inundação
09/04/2018 16h12 Atualizada há 4 anos
Por: Francisco Rocha

Comunidades rurais de Cabeceiras estão em estado de alerta por conta de vazão da Barragem do Bezerro

A Defesa Civil do Estado divulgou comunicado de alerta no início da tarde desta segunda-feira (9) para a retirada de mais famílias ribeirinhas e, desta vez, são nos municípios de Barras, Esperantina, Batalha e Cabeceiras. Os prefeitos das cidades já foram comunicados. Com a vazão das águas na Barragem do Bezerro, para evitar o rompimento, aumentou o volume no rio Marataoan e a ameaça de invadir residências.

“O rio Marataoan recebeu um volume de água e vai afetar as famílias ribeirinhas nos quatros municípios por isso estamos orientando a retiradas dos moradores, devido o risco de alagamentos”, disse Vitorino Tavares, diretor da Defesa Civil.

O nível da água reduziu em 16 cm, mas a situação ainda é de alerta
O nível da água reduziu em 16 cm, mas a situação ainda é de alerta

Segundo ele, mais de 70 famílias já foram retiradas em José de Freitas de ontem para hoje.  “Algumas pessoas estão relutando em sair das casas, mas o Exército e o Corpo de Bombeiros estão conversando com as famílias”.

Atualizada em 10/04/2018,  às 12:05 hs

Segundo informou a assessoria de comunicação da Prefeitura de Cabeceiras, na manhã desta segunda (9) o prefeito municipal José Joaquim e equipe da Defesa Civil fizeram vistorias nos pontos mais críticos onde houve e poderão ocorrer enchentes no município para que sejam tomadas as medidas cabíveis de emergência.

Ainda nesta segunda o prefeito esteve reunido com as comunidades Jenipapeiro e Lagoa de Dentro, juntamente com o major Felipe do Corpo de Bombeiros, informando sobre os reais riscos de permanência dos moradores nas suas residências, orientando a procura por locais mais altos até uma nova avaliação da Defesa Civil.

Na ocasião foi feito o alerta à comunidade Malicial sobre o alto nível das águas na região, que também foi visitada pela equipe. O risco maior nesta área é se as águas do açude da cidade de José de Freitas vierem a romper a barragem, elas irão desaguar diretamente no rio Maratoan, que passa bem próximo da comunidade Malicial.

A vice-governadora do Piauí, Margarete Coelho (PP) esteve na cidade de José de Freitas-PI, por volta do meio-dia desta segunda-feira (9), onde se reuniu com os técnicos que continuam trabalhando para tentar evitar o rompimento da Barragem do Bezerro, naquele Município, e com os prefeitos Roger Linhares (José de Freitas), José Joaquim (Cabeceiras-PI) e Carlos Monte (Barras-PI), cujos municípios também já sofrem com enchentes.

Na reunião, os prefeitos José Joaquim (Cabeceiras-PI) e Carlos Monte (Barras-PI) demonstraram preocupação e pediram ajuda a vice-governadora Margarete Coelho porque o grande volume de água que está saindo da Barragem do Bezerro, pelo sangradouro que foi alargado e aprofundado em quatro metros e pelo buraco que já existe no paredão da barragem, essa água vai entrar no Rio Marataoan e com isso atingir os seus municípios, que já vem sofrendo com alagamentos em razão das fortes chuvas que vem caindo na região.

O prefeito José Joaquim revelou durante a reunião em José de Freitas, que na manhã deste sábado (7)  a PI-113 chegou a ser tomada pela água das chuvas entre as cidades de José de Freitas e Cabeceiras e que em seu município já rompeu um açude e 30 famílias estão ameaçadas de perder as suas casas. Na ocasião, a vice-governadora determinou que uma equipe da Defesa Civil do Estado fosse até o município de Cabeceiras do Piauí para ver de perto a situação que foi narrada pelo prefeito José Joaquim.

Os engenheiros que estão acompanhando toda a situação afirmam que em caso de vir a ocorrer o rompimento da barragem, a água fará estragos por cerca de 15 quilômetros. Está previsto para nesta terça-feira (10) chegar a José de Freitas-PI, um engenheiro que é especialista em barragens, que irá fazer uma análise mais aprofundada de toda a situação da Barragem do Bezerro, que foi inaugurada em 1994.

*Com informações do Cidadeverde.com e Saraivareporter.com

Edição: Francisco Rocha

Fonte: Cidadeverde.com
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp