Sábado, 16 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

25° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Prisão
17/02/2021 08h10 Atualizada há 8 meses
Por: Bruna Dias

Deputado do PSL é preso após divulgar vídeo com ataques a ministros do STF

O ministro Alexandre de Moraes, do STF(Supremo Tribunal Federal), expediu na terça (16) uma ordem de prisão por flagrante delito contra o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Mais cedo, o parlamentar divulgou um vídeo com ataques a ministros da Corte —em especial, a Edson Fachin, Gilmar Mendes e ao próprio Moraes.

"As manifestações do parlamentar Daniel Silveira, por meio das redes sociais, revelam-se gravíssimas, pois não só atingem a honorabilidade e constituem ameaça ilegal à segurança dos ministros do Supremo Tribunal Federal, como se revestem de claro intuito visando a impedir o exercício da judicatura, notadamente a independência do Poder Judiciário e a manutenção do Estado Democrático de Direito", justificou o ministro na decisão.

Reprodução
Reprodução

Silveira foi preso em Petrópolis, cidade da região serrana do Rio, pela PF (Polícia Federal). A decisão sobre a prisão em flagrante do parlamentar deverá ser analisada ainda hoje. O presidente da Corte, Luiz Fux, deve colocar o tema em discussão nesta quarta.

Continua depois da publicidade

Moraes também determinou que o YouTube bloqueie a disponibilização do vídeo na plataforma, sob pena de multa diária de R$ 100 mil em caso de descumprimento.

 

Além disso, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), deverá ser notificado sobre o caso para tomar "as providências que entender cabíveis". A Câmara também poderá debater a prisão do deputado. Os parlamentares podem derrubar a prisão com maioria simples. Até o momento, ainda não há indicação se os deputados vão discutir a detenção do colega.

Deputado diz que prisão é "motivo de orgulho"

Nas redes sociais, Silveira confirmou que a Polícia Federal foi a sua casa, em Petrópolis, e ainda fez uma provocação a opositores — a quem chamou de "esquerdistas" — que supostamente estão comemorando sua prisão, dizendo que vai apenas "dormir fora de casa".

"Aos esquerdistas que estão comemorando, relaxem, tenho imunidade material. Só vou dormir fora de casa e provar para o Brasil quem são os ministros dessa Suprema Corte. Ser 'preso' sob estas circunstâncias é motivo de orgulho", publicou.

 

Fonte: Uol
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp