Domingo, 18 de Abril de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 31°

Teresina - PI

Últimas notícias
Professor Sucupira
Professor Sucupira
Coluna do Professor Sucupira
Internacional Brasil
27/02/2021 19h07 Atualizada há 2 meses
Por: Professor Sucupira

O BRASIL E SUA REALIDADE PARALELA

O BRASIL E SUA REALIDADE PARALELA

 O Brasil está a viver desde o inicio de 2019 uma realidade paralela. É incrível! O Brasil do mundo paralelo criado, ganha espaço... O Brasil, de acordo com consórcio internacional de fact-checking, é líder mundial em publicações de Fake News neste período de pandemia do covid19. Além deste aspecto, podemos enumerar outros que retrata a realidade. Na realidade paralela, a desinformação funciona como politica de Estado. No Brasil paralelo, as informações resultantes do conhecimento científico, das instituições de reconhecimento internacional e dos dados estatísticos oficiais são levadas ao descrédito, tornando-se mentiras, enquanto o conhecimento sem sustentação científica, os dados estatísticos e as informações sem fontes, são levada ao crédito, tornando-se verdades O Brasil está na contramão.

Neste mundo da realidade paralela criada, o Brasil está na contramão do mundo real. Enquanto assistimos, depois de um ano de pandemia, a queda dos índices de contaminação e óbitos pelo covid19 e o avanço da vacinação em vários países no mundo, pois tiveram a preocupação de adquirir antecipadamente  as vacinas junto às multinacionais farmacêuticas. Já no Brasil da realidade paralela criada, a contaminação e os óbitos estão em alta em consequência da falta de um discurso unisono de combate a pandemia, da falta de uma politica nacional de combate ao covid19, do discurso de acirramento e descrédito das primeiras vacinas desenvolvidas pela Rússia e China, das criticas e dificuldade que o governo federal criou para aquisição das vacinas de varias marcas no mercado.  Neste Brasil de uma realidade paralela criada, os brasileiros estão a assistir chefes de estados como Benjamin Netanyahu, de Israel; Ângela Merkel, da Alemanha; Boris  Johnson, do Reino Unido; Emmanuel Macron, da França; Alberto Fernández, da Argentina e Joe Biden presidente dos EUA   que vem adotando uma politica seria de combate a pandemia do covid19    exercendo a função de chefe de Estado com um comportamento republicano e preocupado com a saúde da população. Mas, no Brasil da realidade paralela, o presidente Bolsonaro é contra o isolamento e fala contra uso de máscaras desde o inicio da pandemia e reafirma essa fala quando estamos com mais de 1.100 mortes diárias. O Brasil está na contramão.

Neste mundo da realidade paralela criada, o Brasil de protagonista na questão ambiental com um histórico ações e politicas voltada para um desenvolvimento sustentável depois do primeiro encontro mundial sobre meio ambiente realizado em Estocolmo em 1972    Inseriu na constituição o artigo 225, onde o poder público deve garantir um desenvolvimento ecologicamente  equilibrado; criou o Ministério do Meio Ambiente (MMA) em 1992; Criou o IBAMA em 1989, criou o  ICMBio em 2007; apresentou o Plano Amazônia Sustentável (PAS) em 2008; Aprovou Política Nacional de Resíduos Sólidos em 2010; aprovou o novo código florestal em 2012 e sempre atuou como defensor do princípio do desenvolvimento sustentável em todos fóruns, conferências e encontros mundiais sobre o meio ambiente — passou ser um vilão na questão ambiental desde janeiro de 2019, quando o Brasil começa a colocar em prática uma politica de desmonte do aparado fiscalizatório e de politicas voltada para facilitar ações sem a preocupação com o meio ambiente e com os povos da floresta. Na fala do ministro do meio ambiente Ricardo Sales, “é hora de passar a boiada”. O Brasil está na contramão.

Continua depois da publicidade
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®