Sexta, 25 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

23°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Política DESTAQUES DO DIA
11/03/2021 08h41
Por: Jornalista Milton Atanazio

11 de março, quinta-feira- DESTAQUES DO DIA

11 de março, quinta-feira- DESTAQUES DO DIA

Bom dia. Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado, destacados pelo jornalista Milton Atanazio, direto de Brasília.


n  o  t  í  c  i  a  s  

Brasil registra 2.349 mortes por Covid em 24 horas, novo recorde desde início da crise sanitária. Recorde trágico: além do Brasil, só 4 países bateram 2 mil mortes diárias. Quase 2 mil pacientes esperam por leito em São Paulo, e o tema de ‘O Assunto’ é a pandemia fora de controle no estado. Nos Estados Unidos, o número de vacinados ultrapassa o de infectados pela doença. CoronaVac é eficaz contra variantes no Brasil, segundo Butantan. Agora usando máscara, o presidente Jair Bolsonaro assina lei que agiliza compra de vacinas. Em discurso, Lula diz que foi vítima de mentira jurídica, defende vacina e ataca Bolsonaro. A votação em 2º turno na Câmara dos Deputados da PEC Emergencial, que vai viabilizar a volta do auxílio emergencial, ficou para esta quinta. Na série do G1 com empreendedoras que comandam negócios com impacto social, conheça a história de Adriana Barbosa, que criou o maior evento de cultura e empreendedorismo negro da América Latina.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

2.349 vidas perdidas

Brasil registra 2.349 mortes por Covid em 24 horas, novo recorde desde o início da pandemia
Brasil registra 2.349 mortes por Covid em 24 horas, novo recorde desde o início da pandemia
http://globoplay.globo.com/v/9338528/ globoplay.globo.com/v/9338528/

A tragédia da pandemia no Brasil atingiu uma marca ainda mais assustadora nesta quarta-feira: 2.349 pessoas morreram de Covid em 24 horas, o maior número registrado desde o início da crise sanitária. O país, que já perdeu mais de 270 mil vidas para a doença, pena diante de hospitais em colapso e da vacinação a passos lentos. A média móvel de mortes nos últimos sete dias chegou a 1.645, também um recorde. Mais de 11,2 milhões de brasileiros tiveram ou têm o novo coronavírus. Vinte e dois estados e o Distrito Federal estão com alta nos óbitos; veja os dados detalhados.

Continua depois da publicidade

No mundo, de acordo com o painel Our World in Data, da Universidade de Oxford, apenas outros quatro países também registraram o mesmo número absoluto, mas em contextos distintos. O caso mais emblemático é dos Estados Unidos. Assim como no Brasil, a curva da pandemia também apresentou altas consistentes, revelando que os picos de mortes têm relação direta com o impacto do novo coronavírus em países populosos que não conseguiram frear a transmissão da Covid durante longos períodos. Já no caso dos outros três países (Índia, México e Argentina), que também bateram as 2 mil mortes registradas em 24 horas, o pico mostra o acúmulo de casos notificados em apenas um dia.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

O Assunto

Neste episódio, o tombo de São Paulo diante da Covid-19: como a rede hospitalar do estado, que segurou o tranco na primeira onda, acabou sucumbindo no pior momento da pandemia.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Um ano de pandemia

O isolamento social, a vacinação em massa e a testagem com rastreamento são as ferramentas mais eficientes no combate ao coronavírus. Quem diz isso são os números. O G1 reuniu dados e preparou oito gráficos que apontam o efeito destas medidas sobre as curvas de casos e mortes por Covid-19 em diversos locais. E conversou com especialistas para contextualizar o impacto de cada uma e entender o porquê de o Brasil pecar na execução delas.

Vacinação contra Covid

Número de vacinados contra a covid ultrapassa o de infectados nos EUA
Número de vacinados contra a covid ultrapassa o de infectados nos EUA

Nos EUA, o número de vacinados contra a Covid ultrapassou o de infectados pelo coronavírus. O número de pessoas completamente imunizadas no país chegou a 32 milhões, superando o total de casos registrados até hoje, que passa de 29 milhões. Resultado de medidas como o uso de máscaras e o distanciamento social, que ajudaram a frear as novas infecções e do aumento da vacinação.

Ao todo, mais de 93 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma injeção contra a Covid-19. E o presidente Joe Biden anunciou a compra de mais 100 milhões de doses da vacina da Johnson & Johnson.

No Brasil, governadores de diversos estados divulgaram um comunicado em que defendem um pacto nacional entre os três poderes da República e entre União, estados e municípios contra a pandemia. Os gestores estaduais também reivindicaram a aceleração da vacinação no país.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Compra de vacinas

Detalhe de ampolas da CoronaVac, vacina contra covid-19 desenvolvida pelo Butantan, durante a vacinação de idosos na Zona Oeste do Recife, nesta segunda-feira (8). — Foto: ANDRE OCCENSTEIN/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Detalhe de ampolas da CoronaVac, vacina contra covid-19 desenvolvida pelo Butantan, durante a vacinação de idosos na Zona Oeste do Recife, nesta segunda-feira (8). — Foto: ANDRE OCCENSTEIN/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou resolução que oficializa as regras para que estados, o Distrito Federal, municípios e o setor privado possam importar medicamentos e vacinas contra a Covid-19, mesmo aqueles que não tenham aprovação para uso no Brasil. A medida foi aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Fora do habitual

Bolsonaro, ministros e senadores na cerimônia de sanção de projeto e medida provisória sobre vacinas — Foto: Reprodução / TV Brasil

Bolsonaro, ministros e senadores na cerimônia de sanção de projeto e medida provisória sobre vacinas — Foto: Reprodução / TV Brasil

Em uma cerimônia na qual o presidente Jair Bolsonaro e as demais autoridades usavam máscara, Bolsonaro sancionou a lei que facilita a compra de vacinas contra a Covid-19. Geralmente, ele não usa máscara — nem os ministros e assessores, nas aparições públicas ao lado do presidente.

De acordo com levantamento do G1 no site de fotos da Presidência, a última vez em que Bolsonaro usou máscara em um evento oficial foi em 3 de fevereiro, na sessão solene de abertura do ano legislativo do Congresso. Desde então, houve 36 eventos oficiais em Brasília e em outras cidades — entre os quais solenidades, audiências, encontros com embaixadores e formaturas — com a participação do presidente. Em todos, ele estava sem máscara, à exceção da cerimônia desta quarta.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

PEC Emergencial

Câmara dos Deputados concluiu no início da madrugada desta quinta-feira a votação em primeiro turno da proposta de emenda à Constituição (PEC) que viabiliza a retomada do auxílio emergencial e prevê mecanismos em caso de descumprimento do teto de gastos públicos, a chamada PEC Emergencial. O texto ainda precisa ser votado em segundo turno, o que deve acontecer nesta quinta, às 10h.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Discurso no ABC

Lula diz que foi vítima da maior mentira jurídica já contada no Brasil

“Eu sei que fui vítima da maior mentira jurídica contada em 500 anos de História”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dois dias depois de o ministro do STF Edson Fachin ter anulado as condenações do petista na Lava Jato. Com a decisão, Lula voltou a ser elegível. Durante o discurso de mais de uma hora, o ex-presidente prestou solidariedade às famílias que perderam pessoas para a Covid-19 e aos que estão desempregados, defendeu a vacinação e criticou o presidente Jair Bolsonaro; veja frases.

“Se tem um brasileiro que tem razão de ter muitas e profundas mágoas sou eu, mas não tenho. Sinceramente, eu não tenho. Porque o sofrimento que o povo brasileiro está passando, o sofrimento que as pessoas pobres estão passando neste país é infinitamente maior do que qualquer crime que cometeram contra mim”, afirmou o ex-presidente.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Medidas nos EUA

globoplay.globo.com/v/9332504/

Câmara dos Deputados dos EUA aprova pacote de 1,9 trilhão de dólares para estimular economia

A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou o plano de estímulo para a economia americana de US$ 1,9 trilhão, impulsionado pela Casa Branca, que dá um alívio a famílias e empresas afetadas pela pandemia. O pacote de ajuda já havia sido aprovado pelo Senado norte-americano e segue para assinatura do presidente Joe Biden.

As pessoas que ganham menos de US$ 75 mil por ano e os casais casados com renda de até US$ 150 mil por ano receberão em breve cheques de US$ 1,4 mil por pessoa. 

Wajngarten exonerado

Fábio Wajngarten deixa a Secretário Especial de Comunicação Social (Secom) — Foto: Alan Santos / PR

Fábio Wajngarten deixa a Secretário Especial de Comunicação Social (Secom) — Foto: Alan Santos / PR

O presidente Jair Bolsonaro exonerou Fábio Wajngarten do cargo de Secretário Especial de Comunicação Social (Secom) do Ministério das Comunicações. A exoneração foi publicada na edição da madrugada desta quinta do Diário Oficial da União. Bolsonaro nomeou Flávio Augusto Viana Rocha para exercer o cargo interinamente. O almirante de esquadra atualmente chefia a Secretaria de Assuntos Estratégicos.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Congresso

Plenário do Senado (04/03/21) — Foto: Waldemir Barretos/Agência Senado

Plenário do Senado (04/03/21) — Foto: Waldemir Barretos/Agência Senado

Senado aprovou o projeto que prevê o pagamento de pedágio em rodovias proporcional à distância percorrida pelo motorista. Atualmente, os pedágios cobram valor fixo por veículo conforme a categoria (moto, carro ou caminhão, por exemplo). Com a aprovação, o projeto seguirá para a Câmara dos Deputados. Se aprovado, o texto precisa ser sancionado pelo governo para virar lei.

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 — Foto: Marcelo Brandt/G1

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 — Foto: Marcelo Brandt/G1

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.351 da Mega-Sena, realizado na noite desta quarta-feira (10) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou e vai a R$ 32 milhões.

Veja as dezenas sorteadas: 19 – 22 – 35 – 41 – 47 – 49.

  • A quina teve 72 apostas ganhadoras; cada um receberá R$ 37.556,05.
  • A quadra teve 4.604 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 839,03

Previsão do tempo

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br


Saiba mais, acesse: www.abracambrasil.org.br/eventos
www.docam.com.br

ESTA EDIÇÃO COMPLETA com vídeos, fotos e links está no no site  www.foconapolitica.com.br

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp