Terça, 15 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Economia Apoio aos artistas
11/03/2021 20h13 Atualizada há 3 meses
Por: Francine Dutra

Advogado propõe vereadora cortar 50% de verba para pagar auxílio

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

O advogado André Portela, representante da plataforma Custo Piauí, apresentou uma alternativa propondo que os parlamentares reduzam 50% da verba indenizatória e esse valor seja transferido para bancar o auxilio proposto pela vereadora Fernanda Gomes aos artistas da capital.

A parlamentar apresentou um indicativo de lei que cria o “auxílio artista” aprovado no plenário da câmara de vereadores de Teresina. A proposta é pagar um auxílio aos artistas da capital no valor mínimo de R$ 1.100 e no máximo de R$ 2.200.

André pessoa, por meio das redes sociais, detalhou como a medida poderia ser inviável, levando em consideração a atual situação da capital. "Apesar da minha empatia com a classe artística nesse difícil momento, é necessário entender que o indicativo do projeto de lei da vereadora Fernanda Gomes é no mínimo preocupante, pois não indica o valor total do auxílio ou de onde os recursos serão utilizado. De acordo com o vice-prefeito, o município está quebrado e não será aumentado a dívida pública  que iremos ajudar a classe artística", destaca.

Continua depois da publicidade

O advogado ainda apresentou uma alternativa para reduzir 50% da verba indenizatória e transferir o valor para o pagamento do auxílio. "Só criticar também é muito fácil, não é? Então venho propor uma solução para a vereadora Fernanda Gomes e os demais vereadores. Que tal a vereadora apresentar um projeto de lei para reduzir 50% da verba indenizatória e transferir essa economia para o pagamento do "auxílio cultura", como foi feito pela Câmara Municipal de São Paulo para combater o coronavírus? Dessa forma, como o repasse é garantido por força constitucional, não haveria aumento para o município", ressaltou.

A origem dos recursos, segundo a parlamentar, seria dos cargos comissionados que ainda não foram nomeados na nova gestão. Ainda na publicação, Fernanda Gomes respondeu apenas que o projeto levaria em consideração uma reunião com o prefeito de Teresina. "Como se sabe, nós vereadores não podemos apresentar Projeto de Lei levando custos ao Poder Executivo, sendo tal ação, iinconstitucional. Pensando nisso e na atual situação que os artistas se encontram, propus esse indicativo de Projeto de Lei, no qual irei discuti-lo com o prefeito, para que o próprio Poder Executivo, estabeleça as demais diretrizes", comenta.

Vereador Ismael Silva detalha ter economizado mais de 50% em verbas na capital

O vereador Ismael Silva compartilhou nas redes sociais a prestação de contas do mês de janeiro. De acordo os dados, o parlamentar economizou R$ 35.381,22 das verbas de gabinete e indenizatórias. O valor corresponde a mais de 50% do dinheiro total, trazendo em dados reais, que a proposta feita pelo advogado André Portela poderia ser viável ao projeto.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp