Quinta, 06 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

29°

22° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Piauí Manifestação
16/03/2021 10h29 Atualizada há 2 meses
Por: Cristina

CREF-PI vai à justiça para manter academias abertas durante lockdown

 Danys Queiroz
Danys Queiroz

O Presidente do Conselho Regional de Educação Física do Piauí, Danys Queiroz, divulgou um vídeo esclarecendo sobre as ações do órgão em relação ao novo decreto do Governdo do Piauí, que proíbe a abertura de academias, de quinta a domingo até o dia 21 de março.

De acordo com o presidente, o próprio governador considerou as atividades dos profissionais de educação física, como essenciais, através de uma lei sancionada pelo Wellington Dias, no dia 14 de janeiro.

“Nós somos essenciais dito por lei, nós queremos que isso seja validado, porque nós impactamos na vida das pessoas, e não vãos aceitar simplesmente mandar fechar, porque isso sim, é ir contra a saúde da população”, disse.

E reitera que "entraremos na justiça e iremos atrás dos nossos direitos, não podemos aceitar passivamente ficar fechado".

Novo decreto

O governo publicou, no domingo (14), no Diário Oficial do Estado, o decreto de nº 19.529 com novas medidas a serem adotadas a partir de segunda-feira (15) até o dia 21 de março, em todo o Piauí, com o objetivo de conter o avanço da Covid-19 no estado.

O ato leva em consideração a avaliação epidemiológica do estado e ainda o risco iminente de esgotamento do sistema de saúde do Piauí.

Na quinta-feira (17), a partir das 21h, até as 24h de domingo (21), ficarão suspensas todas as atividades econômico-sociais, com exceção das seguintes atividades consideradas essenciais:

– mercearias, mercadinhos, mercados, supermercados, hipermercados, padarias e produtos alimentícios;

–  farmácias, drogarias, produtos sanitários e de limpeza;

– oficinas mecânicas e borracharias;

– lojas de conveniência e lojas de produtos alimentícios situadas em rodovias estaduais e federais, exclusivamente para atendimento de pessoas em trânsito;

– postos revendedores de combustíveis e distribuidoras de gás;

– hotéis, com atendimento exclusivo dos hóspedes;

– distribuidoras e transportadoras;

– serviços de segurança pública e vigilância;

– serviços de alimentação preparada e bebidas exclusivamente para sistema de delivery ou drive-thru;

– serviços de telecomunicação, processamento de dados, call center e imprensa;

– serviços de saúde, respeitadas as normas expedidas pela Secretaria de Saúde do Estado do Piauí;

– serviços de saneamento básico, transporte de passageiros, energia elétrica e funerários;

– agricultura, pecuária, extrativismo e indústria;

– bancos e lotéricas.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp