Segunda, 16 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

31°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Saúde
Saúde
Encontre aqui notícias sobre saúde e bem-estar.
Saúde Cuidados redobrados
29/03/2021 18h34
Por: Francine Dutra

Obesidade e pandemia: como criar uma nova rotina de saúde sem sair de casa?

O sobrepeso e a obesidade são um dos maiores fatores de risco para a Covid-19. Segundo a pesquisa realizada pela organização sem fins lucrativos Kaiser Permanente e publicada na revista científica Annals of Internal Medicine, a contaminação pelo novo coronavírus pode aumentar até quatro vezes o risco de morte em pacientes com obesidade. 

No Brasil, em 2019, uma em cada quatro pessoas de 18 anos ou mais de idade estava obesa, que equivale a 41 milhões de pessoas. Eram 29,5% das mulheres e 21,8% dos homens. Já em relação ao excesso de peso, no mesmo ano, atingia 60,3% da pulação, correspondendo a 96 milhões de pessoas. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Foto: Internet
Foto: Internet

A Coordenadora da Equipe Multidisciplinar do Programa Afine-se, Maria Silva, chama a atenção para os perigos dessa doença. “A obesidade é uma doença crônica e que precisa ser tratada. É muito importante que o paciente procure um profissional de saúde para identificar o que chamamos de IMC – Índice de Massa Corpórea, o que pode ser detectado no exame de bioimpedência. Hoje, estamos vivenciando um cenário caótico no mundo, com a pandemia, e ter uma comorbidade, como a obesidade, agrava ainda mais a situação, além de riscos como doenças cardiovasculares, câncer, hipertensão arterial, diabete tipo dois, dentre outras”, frisa.

Continua depois da publicidade

Segundo Maria Silva, é possível sim emagrecer em casa, com saúde, sem dietas restritivas e uso de medicamentos. “Aqui na Clínica, sempre alertamos os pacientes sobre a importância de implementar uma rotina saudável, sobretudo fazendo uso de uma boa alimentação rica em fibras. Mudar os hábitos é fundamental. Só assim, o paciente é capaz de compreender que vencer a obesidade, consequentemente, criar uma rotina de saúde e bem-estar, é uma das saídas para se ter uma vida melhor”, destaca.

Exemplo disso é a paciente Eliane Freitas que emagreceu 20kg de forma on-line. Ela explica que no processo de emagrecimento telepresencial o que faz a diferença  é o acompanhamento com profissionais capacitados. “Sempre procurei tirar minhas dúvidas e postando todas refeições, alinhando com a atividade física.  Assim foi como tudo deu certo e consegui eliminar 20kg. Hoje estou mantendo, o diferencial é porque não é uma dieta e sim uma educação alimentar para toda vida”, esclarece.

Eliane acrescenta que nesse momento de pandemia, ter esse acompanhamento com saúde e lutando contra a comorbidade que é a obesidade, de forma on-line, é um processo muito importante e seguro. “Acredito que é até melhor.  Por conta de ser on-line, a atenção  dos profissionais foi redobrada. Fiz todo o meu procedimento on-line e adorei. Prefiro on-line sem dúvidas. Estou maravilhada e com saúde”, finaliza. 

Maria Silva reforça ainda que outro diferencial no processo de emagrecimento é a prática de atividades físicas. “Nesse período de pandemia e isolamento social, tornou-se ainda mais complicado encontrar incentivos para transformar a nossa rotina, mas é possível fazer exercícios em casa, e eliminar os pesos indesejáveis usando o peso do próprio corpo. Crie um tempo para você. Organize um espaço só seu e mexa o corpo. O importante é ter constância e se manter firme nos objetivos”, incentivou.

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp