Domingo, 13 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Maternidade
R10 Maternidade
Acompanhe as principais notícias sobre Maternidade.
Geral Geral
01/04/2021 14h47 Atualizada há 2 meses
Por: Bruna Sampaio

Uma em cada 10 crianças tem cárie antes dos 4 anos

Foto: Thinkstock
Foto: Thinkstock

Uma em cada 10 crianças já apresenta cáries antes mesmo de completar 4 anos de idade. Foi isso o que mostrou um levantamento feito no Reino Unido, a partir de dados da Public Heatlh England. 

Depois de acompanhar 20 mil crianças, os pesquisadores perceberam que 10,7% sofriam de problemas relacionados à saúde bucal. Quando completavam 3 anos, eles já tinham, em média, três dentes cariados. 

Segundo Matthew Garrett, reitor da Faculdade de Cirurgia Dentária do Royal College of Surgeons (Inglaterra), os resultados do levantamento são preocupantes e devem servir como um alerta. "Alguns podem pensar 'ah, são apenas dentes de leite'. Mas a forma como cuidamos de nossos dentes na infância estabelece um padrão para nossa saúde bucal na idade adulta", diz. 

Continua depois da publicidade

A boa notícia é que dá para reverter essa situação. Um tratamento preventivo é a melhor forma de garantir uma boa saúde bucal desde os primeiros anos de vida. "A cárie dentária é quase que totalmente evitável. Basta reduzir o consumo de lanches e bebidas açucaradas, escovar regularmente com um creme dental com flúor e fazer visitas de rotina ao dentista", diz.

A primeira vez no dentista

No Brasil, o cenário não é muito diferente. Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) revelou que 35% das crianças brasileiras não vão ao dentista antes dos 7 anos de idade. Como consequência, elas estavam até 21% mais suscetíveis a terem problemas relacionados à saúde bucal. 

Os pesquisadores acompanharam 1463 crianças de 10 e 11 anos, que moram nas cidades de Ribeirão Preto (SP) e São Luís (MA). Desse total, apenas 5% começam um acompanhamento odontológico antes de completar 2 anos, como recomendado pela Academia Americana de Odontopediatria. 

Segundo Sylvia Lavínia, presidente da Câmara Técnica de Odontopediatria do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), o ideal seria que a primeira consulta fosse feita entre 6 meses e 1 ano. “Antigamente, acreditava-se que a criança só precisava ir ao dentista quando tivesse a dentição completa. Hoje, o protocolo é que procure um odontopediatra assim que aparecerem os primeiros dentes”, diz.

Essa recomendação é feita para que a família possa se proteger preventivamente e evitar problemas relacionados à saúde bucal o quanto antes. “Na primeira consulta, orientamos sobre alimentação, escovação e retornos, por exemplo. Se isso acontece desde cedo, a criança já vai ficando familiarizada com os cuidados, os equipamentos e passa a encarar como algo rotineiro”, explica.

Fonte: Revista Crescer
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp