Domingo, 19 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

37°

23° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Piauí Piauí
05/04/2021 15h10 Atualizada há 5 meses
Por: Bruna Sampaio

Governo do PI esclarece compra de 31 mil cadeiras estudantis na pandemia

O governo do Piauí esclareceu, nesta segunda-feira (5), a compra, de acordo com o Diário Oficial do dia 25/03, de 31.350 conjuntos de mesa e cadeira adulto para as escolas do estado. O preço de cada conjunto é R$ 435. 

Circula em grupos de whatsapp áudios de suposto empresário do Piauí, questionando acerca da legalidade do certame, além do preço pago pela aquisição dos equipamentos escolares. De acordo com as denúncias o processo licitatório teria sido feito "na calada da noite", com valores superfaturados, além de não favorecer indústrias piauienses, outro agravante seria o momento de pandemia, em que as aulas estão suspensas. 

Foto ilustrativa/Divulgação
Foto ilustrativa/Divulgação

A empresa contratada para fornecer os conjuntos de cadeiras foi a Delta Produtos e Serviços LTDA, localizada em Saquarema, no Rio de Janeiro. 

Procurada, a assessoria de comunicação do governo disse que "na pandemia, as obras de construção e reforma não foram paralisadas. O Piauí está desenvolvendo e investindo recursos do Fundef na melhoria de toda a rede escolar".

Afirmou ainda que "obras e reformas, mesmo sendo na pandemia ou não, são feitas quando os alunos não estão na escola. Geralmente períodos de férias. O período sem aulas está sendo aproveitado para revitalizar toda a rede estadual para quando a pandemia passar os alunos tenham as condições ideais para as aulas".

Sobre a empresa ser do Rio de Janeiro, o governo disse que "é preciso lembrar que a seleção é feita via licitação por menor preço. Podem participar empresas de todos os estados do Brasil. Ganha a que cumprir os pré-requisitos. Não se pode delimitar um estado para a concorrência pq isso seria considerado 'direcionamento' da licitação".

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp