Terça, 20 de Abril de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

24° 29°

Teresina - PI

Últimas notícias
Professor Ricardo Ribeiro
Professor Ricardo Ribeiro
Professor, Pedagogo, Consultor Educacional e pedagógico, Coordenador de Ensino Digital, membro da Associação Brasileira de Educação a Distância. Apaixonado por Educação, Aprendizagem e Desenvolvimento pessoal.
Educação Autismo
07/04/2021 14h06 Atualizada há 2 semanas
Por: @profricardoribeiro

Crianças com autismo precisam de atenção especial durante a pandemia

Foto: Divulgação.
Foto: Divulgação.

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data criada para lembrar à sociedade sobre a luta pelos direitos de quem é diagnosticado com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), é celebrado nesta sexta-feira (02). Diante do contexto de isolamento social, crianças e adolescentes com esse transtorno podem ser consideradas vulneráveis por apresentar características específicas em seu desenvolvimento que dificultam a sua compreensão sobre a proporção da pandemia e suas consequências na vida prática.

De acordo com a psicóloga e pesquisadora Maria Mabel, docente da Estácio, a suspensão do acompanhamento terapêutico multiprofissional devido ao cumprimento dos decretos para conter a transmissão do novo coronavírus, é um agravante que pode levar a mudanças bruscas no comportamento, como: agitação, insônia e desregulação sensorial.

“Para deixar esse momento um pouco menos difícil, é importante o apoio da família e que os cuidadores principais reservem um tempo para ficar com a criança e colocar em prática algumas atividades juntos”, sugere. Segundo Mabel, as brincadeiras lúdicas, além de ajudar a desenvolver as habilidades sociais da criança, contribuem para o desenvolvimento de vários domínios cognitivos como memória, atenção, flexibilidade cognitiva e linguagem.

Continua depois da publicidade

“Também é indicado estabelecer uma rotina com a criança para ajudar a diminuir os sintomas de ansiedade e a insônia que vêm se apresentando com muita frequência nas crianças com autismo neste período de isolamento social”, aconselha.

A psicóloga destaca ainda a necessidade de cuidado com a saúde mental dos responsáveis diante de uma situação que exige ainda mais esforço e dedicação. “É possível perceber a angústia dos pais nesse período com esse tratamento pausado devido ao isolamento social. Alguns profissionais deram continuidade ao acompanhamento por meio do atendimento online, mas outros tiveram dificuldade em permanecer na modalidade remota devido à gravidade do transtorno dos pacientes”, relata.

Mabel, que está desenvolvendo uma pesquisa de mestrado com o objetivo de compreender como os profissionais de psicologia vêm dando continuidade aos atendimentos às crianças com TEA durante a pandemia, observa que o acompanhamento está mais direcionado às orientações para os pais e sugestões de atividades que podem ser realizadas em casa para manter as habilidades em desenvolvimento.
 

Sugestão de atividades para crianças com TEA durante isolamento social 

  • brincar de caça ao tesouro;
  • construção de brinquedos;
  • contação de história para estimular a imaginação e o desenvolvimento da linguagem;
  • assistir vídeos curtos;
  • brincar de jogo da memória;
  • jogos de tabuleiro;
  • jogos de imitação;
  • pintura e quebra-cabeça.
Fonte: Estácio.
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®