Sexta, 07 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

23° 30°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 municípios
R10 municípios Redação do Portal R10 / Equipe R10 Municípios
Cidades Covid-19
12/04/2021 12h55
Por: Marina Sousa

Prefeito Dr. Corintos fala das dificuldades no enfrentamento da pandemia

Foto: Reprodução/R10
Foto: Reprodução/R10

O Prefeito de Marcolândia, Dr. Corintos Matos, considerando a situação de alerta para contaminação da COVID-19 e o aumento do número de casos da doença em todo o Estado, relatou em uma entrevista ao Portal R10, sobre os desafios enfrentados frente a gestão durante o período pandemia em que estamos enfrentando.

Dr. Corintos Matos falou sobre a preocupação com o crescimento do número de casos da Covid-19 e ressaltou a importância do cumprimentos das medidas restritivas impostas pelo Governo e Prefeitura."Passamos por um momento complexo em que a população deve entender e respeitar e cumprir com as medidas de isolamento e distanciamento social, pois ainda existem muitos casos graves e pessoas desrespeitando os decretos impostos."

Em relação a pandemia do novo coronavírus, Dr. Corintos Matos explicou que no município a situação está controlada. "Em Marcolândia a doença vem diminuindo aos poucos, as ações tomadas pela Prefeitura Municipal e Secretaria de Saúde vem surgindo efeito durante a pandemia, a gente mudou o local de atendimento de pessoas com sintomas gripais, saiu da Unidade Básica de Saúde (UBS) para o Hospital Municipal de Marcolândia, e com essa mudança foram ampliados o espaço de atendimento, a estrutura para oferecer um melhor serviço e aumentamos o número de médicos para fazer o acompanhamento a população.

Continua depois da publicidade

O gestor relata a dificuldade por não possuir um 'Centro Covid' na cidade, devido a gestão anterior que não realizou a solicitação do recurso extra dado pelo Governo Federal através destes Centros.

"Devido a gestão passada, o município não fez a inscrição do Centro Covid, então Marcolândia deixa de receber mensalmente R$ 60 mil reais que seriam essenciais para o custeio da saúde e do tratamento da doença, além das despesas com salários de médicos e demais profissionais da área da saúde, então é uma reivindicação nossa, já conversamos com o prefeito da APPM (Associação Piauiense de Municípios), Paulo Cesar, conversamos com assessoria em Brasília, tentando solicitar uma reabertura da inscrição não só a Marcolândia, mas para vários outros municípios que não estão escritos nesse programa devido as gestões anteriores. Como estamos assumindo agora [a gestão], assim como outros municípios ficam prejudicados por causa desses recursos.", disse o prefeito. 

A Prefeitura de Marcolândia informa que tomará todas as medidas que couberem para garantir a segurança e a saúde da população da cidade. 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp