Quinta, 29 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Ilizianny
Ilizianny Correspondente do município de Floriano
Cidades Cidades
20/04/2021 11h29
Por: Ilizianny

Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa dia 22 de abril

A 23° Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza tem data prevista para iniciar dia 22 de abril, foi o que definiu a comissão técnica que se reuniu na manhã desta segunda-feira (19), na Secretaria Municipal de Saúde de Floriano. O Ministério da Saúde confirmou as diretrizes da Campanha com envio do Informe Técnico aos Estados e Distrito Federal. A meta é vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários. A campanha vai até o dia 09 de julho. 

O Ministério da Saúde ressalta a importância da vacinação contra a influenza em 2021. A imunização vai prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19. 

Foto: Secom
Foto: Secom

Por isso, em Floriano o sistema será rotativo para grupos prioritários iniciando a vacinação com gestantes, mulheres que deram à luz recentemente e crianças maiores de seis meses a menores de seis anos. Em seguida, novas datas serão comunicadas e os técnicos estudam ainda a possibilidade de realizar drive thru em locais próprios para este tipo de ação. Além disso, explica o Secretário de Saúde, James Rodrigues que em parceria com as escolas municipais, esses lugares se transformarão em pontos de vacinação, pois estão no seio familiar da sociedade e tem acesso fácil. “Vai facilitar muito o acesso e a diferenciação dos pontos de vacina. E com a unidade móvel, estaremos em vários locais com esse ponto de apoio”, disse. 

Continua depois da publicidade

A abertura da campanha de vacinação acontece no dia 22 de abril em quatro pontos simultâneos: Unidade de Saúde Santa Cruz (Alto da Cruz), Escolha Municipal Iracema Miranda (Alto da Cruz), Escola Municipal Maria Socorro Coelho (Residencial Vila Leão) e Residencial Alto da Cruz (Unidade móvel). “Mas a vacina já estará distribuída em todas as unidades de saúde da zona urbana”, explica James Rodrigues. A ideia surgiu com o objetivo de evitar qualquer tipo de aglomeração nas unidades básicas visto que a campanha de vacinação contra a covid-19 acontece de maneira simultânea. 

Grupos prioritários

Nesta campanha, serão imunizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas, povos indígenas, trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos ou mais, professores das escolas públicas e privadas, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, forças armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.  

“A vacinação será feita de forma escalonada – os grupos prioritários serão distribuídos em três etapas. Os municípios terão autonomia para definir as datas de mobilização (Dia D), conforme a realidade de cada região”, explica James Rodrigues.

Imunização contra a Covid-19 será mantida 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Considerando a ausência de estudos sobre a coadministração das vacinas, o Ministério da Saúde não recomenda a aplicação das duas doses simultaneamente. A orientação, neste momento, é priorizar a imunização contra o Covid-19. 

A ação de imunização contra a influenza é extremamente importante para a proteção dos grupos mais vulneráveis às complicações e óbitos decorrentes da doença. Portanto deve ser mantida, apesar de todos os desafios frente à circulação contínua ou recorrente do SARS-CoV-2. A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1999. 

Com informações do Ministério da Saúde

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp