Quarta, 28 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

22° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Maternidade
R10 Maternidade
Acompanhe as principais notícias sobre Maternidade.
Saúde Alerta
27/04/2021 09h48 Atualizada há 3 meses
Por: Francine Dutra

Má postura em aulas online pode gerar problemas à coluna e visão da criança

Na pandemia, a maior parte das atividades diárias são realizadas dentro de casa, por conta do isolamento social. No que diz respeito à educação, esta sofreu grandes mudanças, especialmente na rotina das crianças, que precisam ficar mais tempo na frente da tela para estudar. Sem os cuidados necessários, a má postura pode ocasionar problemas a curto, médio e longo prazo na vida delas. Outro aspecto são problemas relacionados à visão, que tendem a aumentar devido ao tempo de exposição.

A maior parte das escolas estão adotando aulas por educação a distância (EaD). Nessa modalidade, devemos ficar alertas sobre a postura das crianças em frente à tela do computador, por exemplo. Importante não as deixar com as costas curvadas, os ombros caídos e a cabeça torta. A médica ortopedista Sara Portela (CRM-PI 4944) pontua que as crianças podem desenvolver a cifose e escoliose além de dores lombares. “Quanto à acentuação da cifose, ela provoca fortes dores nas costas, com sintomas relacionados à fadiga e fraqueza muscular, por exemplo. Nesse tipo de problema, a curvatura da coluna é mais acentuada, é o que conhecemos como corcunda”, explica.

Foto: Internet
Foto: Internet

A Dra. Sara também relembra que a escoliose pode surgir a partir de uma postura inadequada. Pesos em bolsas, mochilas, entre outros fatores, podem contribuir para o aparecimento do problema.  Dicas simples auxiliam, proporcionando melhor qualidade de vida às crianças. “É preciso que elas evitem sentar com as pernas escorregando para frente, como se o lugar que estão sentadas fosse semelhante a uma poltrona para descanso. É fundamental sentar com as costas eretas, apoiadas na cadeira, com o peso sobre as nádegas e coxas”, orienta a Dra. Sara.

Continua depois da publicidade

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), entre as crianças, cerca de 20% em idade escolar apresentam problemas oculares. Em tempos de pandemia, a exposição se tornou maior. O oftalmologista Mateus Vilar explica que "o uso excessivo de equipamentos eletrônicos como celulares, tablets e computadores, ampliado durante o isolamento social, contribuiu para esses dados. Isso porque esses aparelhos muito próximos ao rosto, forçam a visão de perto forçando um remodelamento do formato dos olhos o que acelera o aparecimento da miopia ", comenta.

Portanto, sempre que necessário, a ida a um ortopedista é recomendada para tratar eventuais problemas relacionados à postura dos pequeninos. Além disso, visitar regularmente um oftalmologista, especialmente neste momento de aulas online, garante melhores aprendizados e conforto.

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp