Terça, 07 de Dezembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

30°

25° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Economia Peça custa R$ 600
12/05/2021 11h11
Por: Marina Sousa

Picanha de churrasco de Bolsonaro é vendida a R$ 1.799 o quilo

O presidente Jair Bolsonaro recebeu amigos e familiares para um churrasco no Palácio da Alvorada no último domingo (9.mai.2021). Entre as carnes oferecidas aos convidados estava uma picanha de boi da raça wagyu, de origem japonesa, vendida a R$ 1.799,99 o quilo.

Uma das fotos do churrasco foi compartilhado pelo perfil de Instagram “Churrasco do Tche”. O churrasqueiro Tchê levou peças de carne com embalagem personalizada com o slogan “Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O profissional se define como “churrasqueiro dos artistas” e tem fotos ao lado do ator Eri Johnson, do cantor Gusttavo Lima, da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Na foto do churrasco compartilhada por Tchê, a embalagem estampa o endereço do perfil de Instagram do Frigorífico Goiás, em Goiânia. O local também postou a imagem, chamando a carne de “picanha mito”.

A Folha de S. Paulo entrou em contato com o local. De acordo com o frigorífico, a “picanha mito” está em falta. É possível, no entanto, comprar a mesma carne com outra embalagem. Uma peça, com cerca de 350g, custa aproximadamente R$ 600.

Na foto publicada por Tchê, vê-se duas peças da picanha. Ou seja, R$ 1.200 por 700g de carne.

O preço é divulgado no site do frigorífico como promocional. O valor normal da peça é anunciado como R$ 1.200,99.

Fonte: Folha de S. Paulo
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp