Segunda, 02 de Agosto de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

22°

22° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Utilidade Pública
R10 Utilidade Pública
Tudo sobre utilidade pública.
Teresina Teresina
24/05/2021 13h38 Atualizada há 2 meses
Por: Bruna Sampaio

Vigilância Sanitária notificou 70 estabelecimentos em THE

A Vigilância Sanitária de Teresina (Gevisa) da Fundação Municipal de Teresina (FMS) fez 70  notificações em estabelecimentos comerciais e 21 autuações desde 1º de maio até o último domingo (23). Nesse último final de semana, 6 estabelecimentos foram autuados e 6 notificados. 

A gerente de Vigilância Sanitária, Larissa Portela, explica que as principais infrações continuam sendo aglomeração, falta de distanciamento mínimo entre as mesas de bares e restaurantes e não utilização de máscara por clientes, enquanto circulam por esses ambientes. 

Divulgação PMT
Divulgação PMT

“Comprovamos essas irregularidades nos locais que estavam lotados e sem distanciamento. Fizemos um levantamento de estabelecimentos com maiores números de infrações e intensificaremos as vistorias, especialmente nesses ambientes, visto que a obediência aos protocolos sanitários é condição fundamental para diminuirmos a disseminação do coronavírus na nossa capital”, declara a gerente. Essas ações tem o apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal.

Continua depois da publicidade

Ela ressalta que não é momento de relaxamento quanto às medidas de combate ao vírus e necessita da colaboração de todos, empresários e população em geral, para que possamos superar esse momento difícil.

Sobre o trabalho da Gevisa, ela avalia como positivo. “Verificamos que, pelo incansável trabalho das nossas equipes e pela efetividade do planejamento estratégico que estamos fazendo, a maioria dos estabelecimentos se adequou à nossa nova realidade ocasionada pela pandemia. Avaliamos nosso trabalho como bastante positivo, pois o número de penalidades tem diminuído em relação a meses anteriores”, diz.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp