Sábado, 28 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Blog do Lucão
Blog do Lucão Fique por dentro de tudo que acontece na região.
Cidades Cidades
17/06/2021 10h16 Atualizada há 11 meses
Por: Blog do Lucão

Agert faz monitoramento para diminuir impactos de obra de esgoto em Timon

Representantes da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Timon (Agert) e da concessionária Águas de Timon se reuniram para reforçar as estratégias de fiscalização e diminuir os impactos temporários causados pela obra de esgotamento sanitário que, gradativamente, vai acabar com esgotos a céu aberto na cidade. Entre as ações, o aviso com antecedência sobre possíveis alterações em relação ao trânsito e manutenções programadas no sistema de abastecimento de água.

Em um ano, o esgotamento sanitário na cidade será ampliado de 3% para 33%, resultado de parceria entre a prefeitura e a concessionária. Nesse processo, a Agert é responsável por fiscalizar e garantir a qualidade da obra.

Agert faz monitoramento para diminuir impactos de obra de esgoto em Timon

“Nos reunimos para discutir o que pode ser melhorado para diminuir ao máximo os transtornos temporários à população. Durante o serviço há a necessidade de interdição de ruas, um asfalto que tem que ser quebrado para passar a tubulação, a suspensão do abastecimento por algum tempo. Vamos intensificar os avisos e com antecedência para que os moradores possam se programar”, explica Marco Antônio, presidente da Agert.

O aviso sobre a execução do serviço e possíveis alterações na rotina dos moradores é feito pela própria concessionária e ocorre também por meio de panfletos e carro de som. A Agert acompanha o processo para garantir que a população seja comunicada com antecedência.

Em relação à interdição de ruas, Marco Antônio explica que a liberação do tráfego ocorre, tão logo, o serviço seja executado, o que geralmente leva um dia.

“Sabemos que a obra tem impactado no dia a dia da população, mas não podemos deixar de pontuar que os transtornos são temporários e o resultado, que é a obra de esgotamento, será um benefício que ficará como patrimônio para a população”, destaca o presidente da Agert.

PUBLICIDADE:

 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp