Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

34°

22° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Valdey Silva
Valdey Silva Correspondente do município.
Cidades Educação
19/06/2021 14h36
Por: Cristina

Município de Caridade do Piauí retoma aulas de forma presencial; Veja fotos

O município de Caridade do Piauí retomou, nessa sexta-feira (18), as aulas na modalidade presencial. O retorno é gradual. Nesse primeiro momento, puderam voltar às salas de aula os alunos da Educação Infantil da Rede Pública Municipal de Ensino.

O município estava desde março do ano passado sem aulas presenciais, em virtude da situação de emergência em saúde pública causada pela pandemia da Covid-19, doença causada pelo coronavírus. O ensino estava acontecendo de forma remota.

Foto: Reprodução/Cidades na net
Foto: Reprodução/Cidades na net

Agora, o ensino será realizado de forma híbrida, que combina práticas pedagógicas do ensino presencial e do ensino à distância, com o objetivo de melhorar o desempenho dos alunos.

Continua depois da publicidade

O secretário municipal de Educação, Aldo César, explicou que as creches irão funcionar com apenas 30% da capacidade. “Nós elaboramos um plano de ação que obedece às normas sanitárias dos órgãos de saúde. Dentre os protocolos, está operar com a capacidade de 30%, de forma que todos os alunos tenham dois dias de aula presencial por semana, e os outros três dias o ensino segue de forma remota. Outros cuidados são com o distanciamento social, o uso de equipamentos de proteção individual por parte dos trabalhadores, além do uso do álcool em gel”, disse.

As escolas foram adaptadas em termo de estrutura e funcionamento para receber os alunos. Logo na chegada, no primeiro dia de aula presencial, os alunos receberam um kit com máscara de proteção facial e uma garrafa de água, de forma que o aluno não tenha que dividir com outros alunos objetos de uso pessoal. A temperatura dos alunos também é aferida.

No interior da creche, totens com álcool em gel e cartazes informativos que serão utilizados pelos professores para orientar os alunos.

O horário de início das aulas também foi alterado. Cada turma tem um horário de entrada e saída, como estratégia de evitar aglomerações da chegada ou saída. O intervalo, também conhecido como recreio, também foi eliminado. O lanche será servido ao aluno em sala de aula, na própria carteira escolar.

A professora Eva Maria de Macedo, que é coordenadora da Creche Municipal São Francisco, situada no povoado Ingazeira, falou da alegria de poder voltar às aulas presenciais.

“É um momento muito importante para nós que fazemos a educação, para os alunos e as famílias, poder retomar as aulas na modalidade presencial, ainda de forma híbrida, mas já é uma grande conquista para nós. É uma satisfação receber as nossas crianças na nossa creche. Aqui estamos tendo todos os cuidados para garantir toda a segurança para os trabalhadores e os alunos”, disse.

Eva já recebeu a vacina contra a Covid e agora se sente mais segura e tranquila para poder voltar ao trabalho com os alunos. “Aos poucos nós vamos poder avançar ainda mais, com fé em Deus”, disse.

Escuta aos pais

O secretário de Educação informou que, para chegar ao dia da aula presencial inaugural, foram realizados estudos e reuniões. “Nós preparamos o plano de retomada com todos os protocolos, e começando as reuniões com gestores escolares, com todos os trabalhadores da educação e com os pais, para vermos a aceitação, explicar os nossos protocolos. Houve uma grande aceitação por parte dos pais após a apresentação desse plano de ação”, disse.

Uma das últimas etapas do plano foi a vacinação dos trabalhadores da Educação, que já foi realizada.

Retomada no Ensino Fundamental

Aldo pontuou que a educação é um serviço essencial, e por isso, o município tem se empenhado em retomar as aulas de forma presencial híbrida, garantindo, sobretudo, a segurança em saúde de todos os envolvidos.

“A tendência é que em agosto o município retome também no Ensino Fundamental. Vamos considerando o avanço da vacinação na população em geral, e outros fatores que também possam influenciar, e futuramente, confiando em Deus, poderemos aumentar a capacidade para 50%, e assim sucessivamente”, informou o secretário.

Mais imagens

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp