Sábado, 28 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

30°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.
Política Política
24/06/2021 07h43 Atualizada há 11 meses
Por: Jornalista Milton Atanazio

24 de junho, quinta-feira -DESTAQUES DO DIA - Panorama político nacional

Veja o que você precisa saber para começar o dia bem informado, destacados pelo jornalista Milton Atanazio, direto de Brasília

Praticando_a_vereança_-baixa_resol.JPG
SAIBA MAIS… 
www.abracambrasil.org.br/eventos

 N  O  T  Í  C  I  A  S 


Bom dia. As suspeitas de corrupção na importação da Covaxin esquentam a CPI e jogam pressão sobre o governo. O Brasil recebe vacinas da Janssen e da Pfizer enquanto capitais suspendem a 1ª dose por falta de estoques. O Assunto analisa a queda de Ricardo Salles. Veja também: a morte de John McAffe e o 16º dia de buscas a Lázaro Barbosa.

Vacina da Covaxin

O contrato de compra da vacina Covaxin pelo governo federal está na mira do MPF e da CPI da Covid, mas o Palácio do Planalto mandou investigar o funcionário do Ministério da Saúde que relatou essas suspeitas de irregularidades, e não o que ele denunciou. Luis Ricardo Miranda, chefe da área responsável pelas importações no ministério, diz que foi pressionado para fechar o negócio, que alertou Bolsonaro em março e que o presidente indicou que tomaria providências. Mas a PF não informou até agora se recebeu ou não ordem para investigar. Já o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, afirmou ontem que Miranda fraudou documentos e o acusou de denunciação caluniosa.

24 de junho, quinta-feira -DESTAQUES DO DIA - Panorama político nacional
CPI avança nas investigações sobre supostas irregularidades na compra da Covaxin
CPI avança nas investigações sobre supostas irregularidades na compra da Covaxin
ASSISTA AO VÍDEO –
 https://globoplay.globo.com/v/9630871/

Miranda já prestou depoimento à procuradora que investiga o contrato de R$ 1,6 bilhão e será ouvido pela CPI nesta sexta (25). O colunista Valdo Cruz publicou ontem registros que mostram que o governo já tinha reservado todo o dinheiro que previa gastar com as 20 milhões de doses da vacina, cujo uso foi aprovado pela Anvisa com restrições e em condições controladas.

Continua depois da publicidade

As suspeitas: na investigação sobre a Covaxin, a procuradora Luciana Loureiro apontou indícios de crimes e ressaltou o tempo recorde para a execução do contrato — 3 meses (com a Pfizer, foi quase um ano) — e o preço mais alto. Cada dose saiu a R$ 80,70, valor quatro vezes maior que a vacina mais barata, a AstraZeneca. Além disso, esse é o único contrato feito com um intermediário, a Precisa Medicamentos, empresa que não tem vínculo com a indústria de vacinas. Veja aqui os detalhes sobre a vacina e as negociações.

Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

Por falar em vacina…

Há falta de estoque em algumas capitais, que suspenderam a aplicação da 1ª dose. São pelo menos 6, segundo levantamento do G1. O balanço mais recente indica que só 11,5% da população tomou as duas doses desde janeiro. E o governo dos EUA anunciou a doação ao Brasil de 3 milhões de vacinas da vacina da Janssen, a única que requer apenas uma aplicação. O lote deve chegar hoje. Também devem desembarcar mais 936 mil doses da vacina da Pfizer.

Números da pandemia

Pela 1ª vez, o Brasil registrou mais de 100 mil novos casos de Covid em 24 horas. São mais de 18 milhões ao todo, com 507 mil mortos. A propósito, a CPI ouve hoje autores de estudos sobre mortes que poderiam ter sido evitadas se o governo tivesse agido diferente.

A queda de Salles

Foto de arquivo de 22 de abril de 2021 do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista coletiva so Salão Leste do Palácio do Planalto, em Brasília. — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Foto de arquivo de 22 de abril de 2021 do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante entrevista coletiva so Salão Leste do Palácio do Planalto, em Brasília. — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

Na mira do STF, Ricardo Salles, o ministro “da boiada”, dos recordes de desmatamento, das queimadas e do desmonte dos órgãos de fiscalização pediu demissão. Neste episódio, O Assunto analisa como Salles se manteve no cargo por 30 meses mesmo após sucessivos escândalos. Natuza Nery conversa com Jussara Soares, repórter do jornal “O Globo” em Brasília. Ela explica por que o presidente “nunca quis demitir” o ministro e conta os bastidores da entrega do cargo – e de como o cerco das investigações autorizadas pelo Supremo foram decisivas. Ouça o podcast:

Investigado por suspeita de envolvimento com exportação ilegal de madeira, Salles será substituído por Joaquim Alvaro Pereira Leite, que já atuou como conselheiro da Sociedade Rural Brasileira, representante do agronegócio. Saiba mais sobre o novo ministro. Sua família disputa um pedaço da Terra Indígena Jaraguá, em São Paulo. Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

A gestão Salles foi marcada pelo desmonte da fiscalização ambiental. Ficou célebre sua declaração na reunião de abril de 2020, quando sugeriu que o governo aproveitasse a pandemia para passar “a boiada”. À frente da pasta, colecionou trágicos recordes, com fogo no Pantanal e desmatamento na Amazônia. Entidades repercutiram a queda e cobraram mudanças. “Sua falta só será sentida por madeireiros ilegais”, disse o secretário-executivo do Observatório do Clima, Marcio Astrini.

Moro parcial

O STF manteve, por 7 votos a 4, a decisão da Segunda Turma que declarou o ex-juiz Sérgio Moro parcial na condenação de Lula pelo caso do triplex no Guarujá, em 2017. Com isso, a investigação sobre o ex-presidente na Lava Jato volta à estaca zero na Justiça Federal do DF, para onde foi transferida.Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

A morte de John McAffe

O criador do antivírus McAffe, John McAffe, foi encontrado morto na cadeia. Suspeito de fraudes fiscais, o empresário de 75 anos estava preso em Barcelona desde outubro e seria extraditado para os EUA. Entre 2014 e 2018, McAffe teria lucrado mais de US$ 10 milhões sem apresentar declarações fiscais e se tornou procurado pelas autoridades em 2019 após admitir que não pagava impostos. Antes da acusação, em 2012, foi considerado suspeito de se envolver no assassinato de um vizinho e foi considerado fugitivo pelas autoridades de Belize, onde morava na época. Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

Caçada a Lázaro

As buscas por Lázaro chegam ao 16º dia na região de Cocalzinho de Goiás. Ontem, a polícia periciou o lençol, o carro queimado e o serrote achados durante a caçada ao suspeito de cometer uma chacina no DF. Mais de 270 agentes seguem na busca pelo criminoso.

Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

Futebol

O Bragantino bateu o Palmeiras e é o novo líder do Brasileirão. O Flamengo venceu o até então invicto Fortaleza na despedida de Gerson. Hoje são mais 6 jogos. Em um deles, o Athletico-PR tenta manter 100% de aproveitamento para voltar ao topo da tabela. Veja a classificação. Na Copa América, o Brasil venceu a Colômbia de virada com um gol aos 54 do 2º tempo. E a Eurocopa definiu as oitavas de final, com direito a Inglaterra x Alemanha.


Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

ANÚNCIO_DOCAM_2_jpeg.JPG
www.docam.com.br
docan_novo.JPG

SAIBA MAIS…https://www.instagram.com/p/CNDAhJyjCBs/?igshid=15ibrunwhlkf0

anúncio_foco_naz_politica.JPG

JORNALISMO COM RESPONSABILIDADE/Veículos
ABRACAM NOTÍCIAS –
Revista VOX – A cara e a voz do Legislativo!
www.abracambrasil.org.br
FOCO NA POLÍTICA –
Um panorama da política nacional direto de Brasília
www.foconapolitica.com.br
BRAZILIAN NEWS –
O seu site de notícias de Brasília para o Mundo
www.braziliannews.com.br
PORTAL R10 – O seu portal de notícias
www.portalr10.com/foco-na-politica-direto-de-brasilia
Direto com o jornalista MILTON ATANAZIO
[email protected] e
whatsapp 61 9 8191-9906

Vídeos, fotos e links (EDIÇÃO COMPLETA) no site  www.foconapolitica.com.br

Fonte: g1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp