Terça, 27 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

22° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Piauí Piauí
14/07/2021 15h54 Atualizada há 2 semanas
Por: Cristina

Mais de 4 mil empresas foram abertas no Piauí no primeiro semestre

No acumulado do primeiro semestre de 2021, foram constituídas 4.094 empresas na Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi). Isto é, um crescimento de 84% comparado ao mesmo período de 2020, quando foram abertas 2.225 empresas. Desde o início do ano, a Junta Comercial vem registrando mês a mês a abertura, em média, de 682 empresas em todo o estado. Em junho, o número saltou para 778 empresas registradas.

A presidente Alzenir Porto comemora os números positivos e explica que esse crescimento é resultado de diversos fatores. “O avanço da vacinação e a retomada da economia impulsionam a abertura de negócios no Piauí e em todo o Brasil. Na pandemia muitas pessoas perderam o emprego, então buscaram se reinventar e descobriram novas vocações. Além disso, quem procura empreender encontra o ambiente de negócios favorável com a abertura de empresas cada vez mais célere e menos burocrática. Exemplo disso é o relatório Doing Business do Banco Mundial que ponta o Piauí como o terceiro estado mais fácil para abrir um negócio no Brasil”, esclarece.

Shopping da cidade de Teresina - R10
Shopping da cidade de Teresina - R10

A seguir, confira o perfil das empresas abertas e fechadas no primeiro semestre de 2021:

Continua depois da publicidade

Empresas abertas

Das 4.094 empresas abertas, 3.372 são microempresas (82,36%), ou seja, faturam até R$360 mil por ano; 546 são empresas de pequeno porte (13,34%), que faturam até R$ 4,8 milhões, e 176 (4,30%) são demais empresas não enquadradas.

Os 10 municípios que mais abriram empresas no primeiro semestre de 2021 correspondem a 64,68% do total de empresas abertas nesse período. No ranking por cidades, Teresina lidera os novos negócios (1.778); Picos (187); Parnaíba (172); Floriano (134) e São Raimundo Nonato (89).

Por atividade econômica, o comércio segue puxando as aberturas (1.849); seguido pelas atividades profissionais, científicas e técnicas (361); saúde humana e serviços sociais (357); construção (274); atividades administrativas e serviços complementares (217).

Com relação à natureza jurídica, o empresário individual teve 1.705 inscrições; sociedade empresária limitada (1.702), empresário individual de responsabilidade limitada – Eireli (658), sociedade anônima fechada (22), Cooperativa (3), Consórcio de Sociedades (2), Sociedade Anônima Aberta (1) e Sociedade Empresária em Nome Coletivo (1).

Empresas baixadas

No primeiro semestre, a Jucepi também registrou o fechamento de 1.757 empresas. Mesmo assim, o saldo entre abertura e fechamento segue positivo com 2.337 empresas constituídas.

Com relação ao porte das empresas baixadas, 1.469 eram microempresas (83,61%); 191 demais empresas (10,87%) e 97 empresas de pequeno porte (5,52%).

Os dez municípios que mais baixaram empresas no primeiro semestre de 2021 correspondem a 66,42% do total de empresas baixadas nesse período. Os municípios com as maiores baixas foram Teresina (750); Parnaíba (97); Picos (80); Floriano (76) e São Raimundo Nonato (34).

Os setores que mais fecharam empresas foram comércio (1029); indústrias de transformação (108); alojamento e alimentação (100); saúde humana e serviços sociais (81); construção (76). Quanto à natureza jurídica, foram baixadas: empresário individual (1.104); sociedade empresária limitada (536); Eireli (114); Cooperativa (2) e Sociedade Anônima Fechada (1).

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp