Domingo, 25 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

21° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Blog do Lucão
Blog do Lucão Fique por dentro de tudo que acontece na região.
Cidades Cidades
22/07/2021 15h03 Atualizada há 3 dias
Por: Blog do Lucão

Mulher trans levou adolescentes de Uber para serem executadas em Timon

A mulher trans presa na manhã desta quinta-feira (22), identificada como Williane Bolinha, de 21 anos, confessou durante depoimento que foi a responsável por levar as adolescentes Joice Ellen, de 15 anos, e Maria Eduarda de 17, para serem assassinadas em Timon. 

De acordo com a polícia, Bolinha como é conhecida, pediu um carro por aplicativo, que foi pago pela facção, com o objetivo de levar apenas a adolescente Eduarda, até o local da execução, mas como Joyce estava junto, foi convidada para ir também. 

Mulher trans levou adolescentes de Uber para serem executadas em Timon

Bolinha criou a história de que iriam para um sítio beber, mas na verdade levou as adolescentes direto para o Tribunal do Crime. Por ser mulher trans, a réu confessa faz parte dos quadros femininos da facção Bonde dos 40 de Timon. 

Ainda de acordo com o depoimento, bolinha conhecia Eduarda, pois moravam no mesmo bairro, e assumiu ter roubado os brincos de ouro que Joyce usava no dia do crime, e as roupas de Eduarda. Além de ter ajudado a enterras as adolescentes. 

Com a prisão de Bolinha, oito pessoas das identificadas como participantes do crime bárbaro  já foram presas, iniciando com a captura no Rio Grande do Sul da que seria a ‘Chefe de Disciplina’ , identificada como ‘Japa’.

Relembre o caso 

Duas adolescentes foram encontradas mortas em uma cova rasa em Timon. De acordo com informações as vítimas foram identificadas como Maria Eduarda Lira e Joyce Ellen. Ambas moravam em Teresina, no bairro Vila da Paz e outra no Risoleta Neves.

Segundo o DPC Carvalho, um boletim de ocorrência foi registrado na Central de Flagrantes de Timon às 10h de hoje. No B.O.,  um pai informava da filha desaparecida, que poderia ter sido assassinada na cidade. O caso foi repassado à Delegacia de Homicídios, que começou a investigar.

Já por volta das 12h, a equipe da delegada de plantão localizou as vítimas enterradas em uma cova rasa no bairro Parque Aliança, em uma região de mata. Com auxílio dos militares do Corpo de Bombeiros, os corpos foram desenterrados e levados para a sede do Instituto Médico Legal, onde será apurada as causas das mortes, bem como o tipo de armas utilizadas nos homicídios.

Fotos mostram as jovens momentos antes da execução fazendo o número quatro com as mãos, numa possível referência ao Bonde dos 40, rival do PCC (Primeiro Comando do Capital), cujo símbolo é feito com três dedos.

+

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp