Domingo, 26 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

28°

24° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Maternidade
R10 Maternidade
Acompanhe as principais notícias sobre Maternidade.
Geral Geral
27/07/2021 15h18
Por: Bruna Sampaio

Estudo aponta associação entre peso materno e saúde mental dos filhos

Pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, analisaram a relação entre o peso materno e a saúde mental dos filhos. O estudo descobriu que crianças nascidas de mães obesas são significativamente mais propensas a ter transtornos mentais como esquizofrenia e problemas de abuso de substâncias quando adultas.

Foram analisados 68.571 nascimentos em Aberdeen, na Escócia. Destes, os nascidos de mulheres obesas no período de 1975-1999 tinham um risco 60% maior de desenvolver algum tipo de doença mental quando adultos.

Reprodução
Reprodução

O maior preditor de doença mental em adultos entre as crianças nascidas de 1950 a 1974, porém, foi ter uma mãe abaixo do peso. Mais especificamente filhos de mães com IMC (Índice de Massa Corporal) inferior a 18,5 durante a gravidez foram 74% mais propensos a desenvolver problemas de saúde mental.

” As associações descobertas entre o IMC pré-natal materno e os transtornos mentais dos filhos adultos podem ter implicações importantes para a saúde pública. Os resultados são particularmente preocupantes, dado o crescente aumento de obesidade grave entre mulheres grávidas”, disseram os pesquisadores no estudo.

A obesidade se tornou mais comum entre as mulheres grávidas nos últimos tempos, com uma prevalência de 7 a 25% na Europa e mais de 30% nos Estados Unidos. No ano passado, por exemplo, o governo do Reino Unido definiu uma nova estratégia anti-obesidade, com a proibição de anúncios de alimentos não saudáveis ​​antes das 21h e uma campanha para incentivar estilos de vida balanceados.

Fonte: Revista Crescer
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp