Quinta, 26 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

26°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 municípios
R10 municípios Redação do Portal R10 / Equipe R10 Municípios
Cidades CREAS
20/08/2021 08h40
Por: Cristina

Combate à violência contra a mulher é tema de palestra em Marcolândia

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Marcolândia em parceria com o Centro de Referência da Assistência Social (CREAS) trabalha uma série de ações em prol de pessoas que vivenciam situações de violações de direitos ou de violência.

Com essa temática, nesta quinta-feira (19) foi realizada uma palestra com o tema “Lei Maria da Penha e o enfrentamento à violência contra a mulher”. O evento é alusivo ao “Agosto Lilás” mês de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. 

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A palestra teve acompanhamento da equipe técnica do CREAS: a psicóloga Amanda Brito e a assistente social, Lívia Pires.

Continua depois da publicidade

No encontro participaram também a equipe da Procuradoria da Mulher do município: as vereadoras Lanja Nobre (presidente), Simone Viana e Isadora Coutinho.        

O CREAS oferece apoio e orientação às mulheres que têm seus direitos violados ou sofrem algum tipo de violência. Além disso, desenvolve o papel de prestar assistência também às pessoas idosas que sofrem maus-tratos, assim como crianças e adolescentes com medidas socioeducativas determinadas pela Justiça, entre outros tipos de atendimentos.

O encontro com mulheres no CREAS acontece a cada 30 dias e aborda um tema diferente. O grupo tem participação de cerca de 16 pessoas do sexo feminino de diferentes idades e conta com o apoio da Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), através da coordenadora Valéria Castro.

A assistente social, Lívia Pires, destaca que as reuniões servem como momentos de apoio e acolhida, onde são relatadas situações vivenciadas pelo público-alvo e assim, a partir disso, acompanhadas com atendimento psicológico.

“Muitas delas não têm com quem desabafar as coisas que acontecem em suas vidas e através desses encontros elas desabafam”, destaca.

O secretário de Assistência Social, José Valdemiro, enfatiza a importância dos encontros. Ele destaca que o acolhimento e assistência são muito importantes como forma de educar e orientar as pessoas que têm de alguma forma direitos violados ou são vítimas de violência, a agir em prol do combate e enfrentamento aos atos.

Por meio do encontro desta quinta-feira, as mulheres assistidas serão encaminhadas através da Procuradoria da Mulher para atendimentos especializados.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp