Quinta, 27 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Marcelo Barradas
Marcelo Barradas
Notícias com Marcelo Barradas
Política Pedido
21/08/2021 09h36
Por: Francine Dutra

Candidato requer critérios mais claros na eleição para conselheiro do TCE

O contador e professor Roosevelt Figueiredo, candidato a conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), requereu hoje à Mesa Diretora e à Comissão Especial da Eleição à Vaga de Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Piauí da Assembleia Legislativa (ALEPI) a descrição mais clara dos critérios de idoneidade moral, reputação ilibada e notório saber constantes no edital para preenchimento de vaga do cargo de conselheiro do TCE publicado pela ALEPI.

O candidato requereu ainda a indicação de um membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI) e um do Ministério Público Estadual (MPPI), para que ambos igualmente componham a Comissão Especial (Portaria 029/2021) designada para auxiliar a Mesa Diretora na eleição para conselheiro da Corte de Contas.

Foto: Reprodução/Ascom
Foto: Reprodução/Ascom

“Solicitamos a adequação dos itens referentes aos critérios de idoneidade moral e reputação ilibada para que tal dispositivo possua maior objetividade e haja investigação social pormenorizada, tal qual ocorre nos certames para ingresso na magistratura, aos membros do Ministério Público e outros cargos de igual envergadura institucional e responsabilidade”, explicou Roosevelt Figueiredo.

Continua depois da publicidade

O candidato defende também que a Assembleia Legislativa ajuste os critérios de notório conhecimento nas cinco áreas necessárias para investidura do cargo, devendo constar a apresentação de rigor documental na comprovação dos requisitos constitucionais, tais quais, diploma em curso superior na área (juntamente com histórico escolar), pós-graduação latu ou stricto sensu, produção acadêmica robusta, contribuição intelectual destacada e experiência profissional especifica à natureza do cargo.

“O requerimento visa promover maior transparência e objetividade à eleição para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, por meio da descrição pormenorizada dos critérios, da participação de membros da OAB e do Ministério Público e da votação aberta e nominal, devidamente motivada, precedida de motivação expressa e fundamentada de cada um dos nomes que foram admitidos à disputa. Temos a certeza de que a Assembleia Legislativa irá deferir a nossa solicitação e que a eleição para o TCE será feita com toda a lisura, transparência e participação social que o pleito requer”, pontuou Roosevelt Figueiredo.

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp