Segunda, 18 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

35°

25° 36°

Teresina - PI

Últimas notícias
Turismo
Turismo
Notícias sobre turismo no Piauí, Brasil e Mundo.
Internacional Internacional
09/09/2021 16h26
Por: Bruna Dias

Turistas brasileiros não podem ser vacinados em Portugal

Os turistas brasileiros recém-chegados em Portugal não poderão ser vacinados contra a Covid-19.

Nesta fase da campanha de vacinação no país, todos os imigrantes, regulares ou não, podem ser imunizados sem necessidade de marcação prévia ou número de inscrição no Sistema Nacional de Saúde, mas precisam comprovar residência.

Sala de espera para a vacinação no centro do Seixal, área metropolitana de Lisboa | Pedro Nunes/Reuters
Sala de espera para a vacinação no centro do Seixal, área metropolitana de Lisboa | Pedro Nunes/Reuters

O modo mais comum de entrada de brasileiros em Portugal é via turismo. Depois, este turista procura trabalho, dá entrada na documentação e espera pelo visto de residência. O processo pode levar anos e há milhares na fila.

Continua depois da publicidade

Após ser questionada, a Força Tarefa que organiza a campanha em Portugal informou, em e-mail enviado ao Portugal Giro, o seguinte:

“A vacinação na modalidade Casa Aberta está disponível apenas para migrantes com residência ou trabalho, mesmo que temporário, em Portugal, não se aplicando a pessoas de passagem em turismo no território nacional”.

Para esclarecer quais seriam os comprovantes de residência, o Portugal Giro entrou em contato por telefone com fonte da Força Tarefa, que informou que apenas o passaporte não bastaria.

Foi dito que será preciso apresentar alguma conta (luz, água, internet, telefone e etc.), recibos de aluguel ou de pagamento por algum trabalho e até mesmo inscrições em academia.

Em Portugal, mesmo sem visto de residência, um brasileiro consegue trabalhar e contribuir para a Segurança Social, por exemplo. Isto, em tese, também seria um comprovante.

Mas sem o visto de residência, a tendência é que levem uma vida com limitações de mobilidade e de direitos.

Fonte: O Globo
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp