Sexta, 24 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

33°

24° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Turismo
Turismo
Notícias sobre turismo no Piauí, Brasil e Mundo.
Entretenimento Dicas valiosas
14/09/2021 12h15
Por: Francine Dutra

Vai viajar? Veja os erros que não deve cometer no aeroporto

Sabe aquela situação chatinha (ou até traumatizante), que foi causada por um simples detalhe que você no momento não percebeu, não “se ligou”, e que te fez perder dinheiro, perder tempo ou ter dor de cabeça?

Ou ainda, algo que você, se soubesse antes, teria aproveitado melhor e acabou perdendo?

Foto: Internet
Foto: Internet

Nós listamos os 15 principais erros que você deve evitar no aeroporto e, assim, já começar a viagem com o pé direito ou terminar tranquilamente!

Continua depois da publicidade

1. NÃO CONFERIR O AEROPORTO DO VOO, EM CASOS DE CIDADES COM MAIS DE UM AEROPORTO

E o primeiro erro no aeroporto pode ser cometido antes mesmo de você chegar a ele!

Isso acontece em cidades que possuem mais de um aeroporto. Às vezes, por desatenção, as pessoas não olham que compraram uma passagem na qual ida e volta são por aeroportos diferentes, ou até mesmo esquecem desse “pequeno grande” detalhe.

Em cidades como Rio de Janeiro, São Paulo, Nova Iorque, Londres, entre várias outras, onde existe mais de um aeroporto operando, você deve ficar bastante atento na hora de comprar a passagem aérea e conferir se o aeroporto do voo de ida é o mesmo do voo de volta, para não correr o risco de perder o voo.

2. CHEGAR ATRASADO OU EM CIMA DA HORA NO AEROPORTO

Chegar atrasado ou em cima da hora do seu embarque pode estragar boa parte da sua viagem. Procure chegar com 2 horas de antecedência no aeroporto se o seu voo for nacional, e com 3 a 4 horas de antecedência se for internacional.

Se você não tiver bagagem para despachar, esse tempo pode ser um pouco menor, mas conte com imprevistos.

Sair de casa sem uma boa margem de tempo pode fazer você se atrasar bastante – o trânsito pode estar pior que o de costume, com algum acidente interditando a via, as filas para check-in ou despacho de bagagem podem estar maiores do que você imaginou, a fila na imigração pode estar gigante, entre outros.

Com tempo sobrando, você pode fazer tudo com calma e não se preocupar caso tenha que esperar um tempo a mais em alguma fila.

Dica VM: Se você não conhecer a cidade, procure se informar com antecedência sobre o tempo necessário para chegar até o aeroporto e programar a sua ida com tranquilidade.

3. NÃO ESTAR COM OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS EM LUGAR DE FÁCIL ACESSO

Esse é um errinho leve, mas que pode causar estresse e atrasar o atendimento de outras pessoas.

Deixe os documentos que você irá precisar para o check-in ou embarque em um lugar de fácil acesso, como algum compartimento separado da bolsa ou mochila.

Note que não recomendamos você ficar com os documentos na mão se você já não é um dos próximos a ser atendido, pois pode acontecer de os documentos caírem, você deixar em algum lugar, esquecer e acabar perdendo-os.

O ideal é pegar os documentos quando você estiver bem perto do guichê de atendimento ou da conferência na fila de embarque, sendo o segundo ou o próximo da fila.

4. NÃO PESAR A BAGAGEM (DE BORDO E PARA DESPACHAR)

O valor para despachar uma bagagem ou do excesso de bagagem pode pesar no seu bolso. Se atente para o limite de peso permitido pela companhia aérea, tanto para a bagagem de mão como para a bagagem despachada, e sempre pese sua bagagem antes de sair de casa!

Nós temos uma balança portátil e foi uma das nossas melhores aquisições de viagem! Levamos ela para os lugares e nunca mais ficamos tensos na hora de colocar a nossa mala na balança do check-in.

Dica VM: Nunca vá para o destino com a mala no limite do peso. Você pode querer comprar algo e na volta terá que pagar pelos quilos a mais.

5. NÃO CONFERIR AS MEDIDAS DA MALA DE BORDO

Se as medidas da sua mala de bordo não estiverem dentro do padrão estabelecido pela companhia aérea que você vai viajar, você será obrigado a despachá-la, e o valor, como eu disse anteriormente, pode fazer diferença no seu orçamento.

Verifique no site da companhia aérea quais os tamanhos permitidos e confira se a mala que você possui atende a esses tamanhos.

Evite levar mochilas como mala de mão, a não ser que só expandam até o limite estabelecido pela companhia aérea, pois com o volume de coisas elas podem ficar com uma altura maior que a do compartimento de bagagem e não caber, tendo que despachar.

Dica VM: Aposte em uma mala de bordo com rodinhas! Além de a maioria já ser de acordo com o padrão estipulado pelas principais companhias aéreas, nacionais e internacionais, são mais fáceis de carregar no aeroporto (e não corre o risco de te dar uma escoliose

Fonte: Viagens e Menus
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp