Quarta, 14 de novembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Polícia - Crime

Postada em 07/05/2018 ás 08h17 - atualizada em 07/05/2018 ás 08h22

Publicada por: Redação

Delegado da Polícia Federal é morto após ter casa invadida no Maranhão
A ação foi no fim da festa de aniversário de cinco anos da filha do delegado.
Delegado da Polícia Federal é morto após ter casa invadida no Maranhão

Foto: Divulgação

O delegado da Polícia Federal Davi Farias de Aragão, de 36 anos, foi assassinado na noite desse sábado (5), por três bandidos que invadiram sua residência para realizar um assalto, segundo a Polícia Civil. O crime foi em uma casa localizada na Avenida Principal, na Praia do Meio, no bairro Araçagi, localizado no município de São José de Ribamar, na Região Metropolitana de São Luís. A ação foi no fim da festa de aniversário de cinco anos da filha do delegado.

Segundo o G1, Davi Farias de Aragão atualmente comandava a Delegacia de Repressão aos Crimes Fazendários no Maranhão. Os três assaltantes invadiram a residência por volta das 23h, a partir de uma casa vizinha que estava desocupada no momento. Eles pularam o muro e entraram na casa da vítima, sendo dois pelo quintal e outro pela lateral. Os bandidos chegaram a pé até o endereço e perceberam que havia movimento na casa quando um entregador deixou uma pizza pedida pelas pessoas na reunião familiar.

A vítima foi atingida por três disparos de arma de fogo no abdômen, além de facadas e teve algumas mordidas pelo corpo.

A polícia identificou o trio responsável pela morte do delegado como Davi Costa Martins, Wanderson de Morais Baldez e um terceiro identificado apenas como Leandro. Após o crime, Wanderson de Morais Baldez foi preso na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Vila Luizão, na capital, quando procurou por atendimento médico. Segundo informações levantadas pela Polícia Civil no momento do crime houve luta corporal entre os três bandidos e o delegado.

De acordo com o delegado Jefrey Furtado, plantonista na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), a polícia deve caracterizar o crime como latrocínio (roubo seguido de morte), onde serão levados em consideração os elementos materias já colhidos pela polícia e as testemunhas do crime.

A polícia Wanderson de Morais afirmou que o trio estava circulando pela região atrás de possíveis vítimas e após perceberem um movimento na residência onde estava o delegado, resolveram invadir. Ainda segundo as primeiras investigações, Davi Farias de Aragão teria sido alvejado após tentar ter o dominío de uma arma de fogo.

Assaltante deveria estar sendo monitorado

A Polícia Civil informou ainda que Wanderson de Morais Baldez deveria estar sendo monitorado por meio de uma tornozeleira eletrônica já que responde por outro crime que não foi informado. Ao ser capturado pelos policiais, o assaltante não estava usando o equipamento.

Sepultamento

O sepultamento do delegado foi realizado na tarde desse domingo(06), no Parque da Saudade, no bairro Vinhais, em São Luís. Familiares, amigos e colegas de profissão prestaram as últimas homenagens a Davi.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

James Rodrigues apresenta projeto de alienação de imóveis ao Rotary Club

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Prefeitura de Água Branca lança Campanha IPTU Premiado 2018

Inhuma-PI Por Juerismar Luis

Solenidade de um ano do Programa Criança Feliz

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Deputado Limma destaca notícias positivas sobre o Piauí no Bom dia Brasil

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Novo prédio do Fórum da Comarca de Campo Maior será inaugurado

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium