Quinta, 06 de agosto de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Camanha ProPiauí Julho
Geral - SDU LESTE

Postada em 16/10/2017 ás 12h50

Publicada por: Deyves Araujo

PMT: Limpeza de terrenos deve ser redobrada em períodos mais quentes
Manter os espaços limpos é responsabilidade dos proprietários
PMT: Limpeza de terrenos deve ser redobrada em períodos mais quentes

A Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) tem alertado a população quanto os cuidados com a limpeza de terrenos baldios, que podem ocasionar focos de incêndio, tão comuns em períodos onde o tempo registra altas temperaturas e baixa umidade do ar. Desde o início do ano, uma média de 220 proprietários foram notificados na zona Leste em decorrência do acúmulo de lixo, mato e descaso com muros de imóveis e terrenos abandonados. 

A limpeza dos terrenos é uma prática fiscalizada periodicamente pela equipe de fiscais da SDU, uma vez que são nesses locais que também se proliferam focos de mosquito transmissor de dengue, zika, chicungunya e outros tipos de pragas. 

Segundo João Pádua, superintendente da região, é importante que os proprietários responsáveis pelos imóveis abandonados tomem as providências necessárias e contribuam com o Poder Público Municipal para sanar o problema. “As fiscalizações são importantes para que os proprietários façam uma limpeza na área e murem os espaços necessários, colaborando com o nosso trabalhado”, contou o gestor. 

O Código de Postura do Município prevê que os terrenos devem ser conservados limpos, murados e com calçada construída. Caso não atenda as determinações, o dono será notificado e deverá regularizar a situação de acordo com o prazo previsto pela municipalidade. 

O gerente de fiscalização da SDU, Lupércio Medeiros, lembra que medidas de controle tentam, rotineiramente, diminuir esses casos, mas que a população deve ter consciência sobre o assunto. “Quando existe um terreno que o dono não mura, por exemplo, ele é passivo das pessoas e até os próprios vizinhos depositarem lixo indevidamente no local, o mato cresce e se torna um perigo para a comunidade que vive no entorno e outros transeuntes”, explicou. Os casos de desobediência da lei resultam em advertência e punição a quem infringe. “Se o cidadão não atender às orientações poderá ser multado em valores que variam de R$ 253 a R$ 2.500”, explicou o gerente. 

Para casos de denúncia ou informações que auxiliem na fiscalização, a Superintendência disponibiliza os números (86) 3215-7875 e o (86) 3215-7874. “Nosso interesse não é multar, é regularizar”, enfatizou João Pádua.

Fonte: Ascom

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Prefeito Joel Rodrigues decreta 'lockdown' aos finais de semana

Picos Por Jucelma Sales

Saúde registra o vigésimo nono óbito por coronavírus em Picos

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Vídeo: 'Popó' é executado com dezenas de tiros no Res. Júlia Almeida

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

COVID-19 | Boletim atualizado nesta segunda-feira (5) em Campo Largo do Pia

Anísio de Abreu Por Gleniston Ferreira

Boletim atualizado do covid-19

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium