Sábado, 16 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

31°

23° 39°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Escassez de água
11/10/2021 16h47
Por: Marina Sousa

'Eu liguei pra São Pedro', diz Bolsonaro sobre medidas contra crise hídrica

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) , ao ser questionado pela imprensa em Guarujá sobre medidas tomadas com relação à crise hídrica no país, respondeu: “Eu liguei para São Pedro”. O Chefe do Executivo passa o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida no litoral paulista. 

O presidente afirmou, em entrevista coletiva desta segunda-feira (11), que “todo mundo” está sofrendo com a crise hidrológica, ressaltando que ela é a pior dos últimos 90 anos. Bolsonaro ainda cita que a crise foi acompanhada pela inflação, a qual, na visão do mandatário, ocorre por conta das medidas de restrição de circulação adotadas durante a pandemia.

Reproducao: Youtube
Reproducao: Youtube

“Nós estamos na maior crise — quer dizer, acabou, né, praticamente — a maior crise hidrológica dos últimos 90 anos, todo mundo estava sofrendo com isso, veio inflação atrás, a energia cara. Agora, isso tudo veio daquela política que vocês apoiaram da imprensa: ‘Fica em casa que a economia a gente vê depois’.”

Continua depois da publicidade

Apesar da fala de Bolsonaro, dados da situação dos mananciais em São Paulo mostram que a crise hídrica não acabou. O Cantareira  abastece mais de 7 milhões de pessoas ao dia e tem hoje 20% menos água do que havia em 2013. Nesta segunda (11), está operando com 28,7% de sua capacidade, nível mais baixo desde o colapso de cinco anos atrás. 

No dia 04 de outubro, o Sistema Cantareira entrou na faixa de alerta, pois vinha operando com menos de 30% da sua capacidade. No caso, exatamente 29,9%. Desde então, o manancial dia a dia vem diminuindo seu nível. Com isso, sem chuva significativa, SP e interior caminham para 3ª crise hídrica.

Bolsonaro chegou à Baixada Santista na noite de sexta-feira (8/10), depois de participar da 1ª Feira Brasileira do Nióbio, em Campinas (SP).

Como de costume, o presidente está hospedado na instalação militar do Forte dos Andradas. A expectativa é a de que o presidente passe o feriado prolongado no litoral e só retorne a Brasília na terça (12/10) ou quarta-feira (13/10). Bolsonaro não tem compromissos oficiais para os próximos dias. 

Fonte: Poder 360
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp