Sábado, 16 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

31°

23° 39°

Teresina - PI

Últimas notícias
Piauí Piauí
13/10/2021 15h34
Por: Cristina

Regina Sousa defende reorganização da base aliada no Piauí

Com o anúncio da saída da deputada Margarete Coelho (PP), da base aliada do governador Wellington Dias (PT), a vice-governadora, Regina Sousa (PT), disse em entrevista nesta quarta-feira (13), que esse é o momento de reorganizar a base para 2022.

Sobre a oposição, a petista defende que o próprio Progressistas deve chamar os parlamentares e pedir uma definição de posição de onde devem ficar, e esse é o momento de resgatar quem ainda permanece na base do governo.

Regina Sousa - CCOM
Regina Sousa - CCOM

“Eu acho que quem chama mesmo é o partido de origem, o PT é quem deve estar chamando para discutir quem fica. O partido deles (progressistas) certamente quer resgatar seu povo e é a hora de fazer isso e dizer onde fica”, disse.  

Continua depois da publicidade

Um dos parlamentares que deve ser chamado pela oposição para definir de qual lado fica, é o deputado Wilson Brandão (PP), que deixou a Secretaria de Mineração para disputar a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), e demonstrou insatisfação com a base, após ser vencido por Flora Isabel na disputa.

Questionada sobre a união dos parlamentares da base, e a indefinição de alguns partidos, Regina garante que o governador tem habilidade para resolver as indefinições.

“Ele tem muita habilidade por isso que a gente confia a ele essa missão. Mas até março é muita discussão, muita coisa pode acontecer que nem se previa, a gente nunca pode dizer que está fechado ou não. Até março tem que ter paciência”, disse.

 

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp