Sexta, 19 de outubro de 2018
(86) 99915-1055
Geral - Decisão

Postada em 10/05/2018 ás 11h19 - atualizada em 10/05/2018 ás 16h59

Publicada por: Redação

Fonte: Ascom

TCU autoriza Caixa a liberar empréstimos ao governo do Piauí
Segundo a decisão, não há impedimento para a liberação dos recursos.
TCU autoriza Caixa a liberar empréstimos ao governo do Piauí

Foto: Reprodução

O Tribunal de Contas da União (TCU) acolheu, nesssa quarta-feira (9), o agravo interposto pelo Estado do Piauí contra a decisão cautelar proferida pelo ministro José Múcio Monteiro e autorizou a Caixa Econômica Federal a liberar, ao Governo do Estado, a segunda parcela do empréstimo do FINISA I e o empréstimo do FINISA II. 

Segundo a decisão, assinada pelo próprio Múcio (relator), pelo presidente Raimundo Carneiro e pela procuradora-geral Cristina Machado, não há impedimento para a liberação dos recursos. No entanto, o Governo do Estado deve manter os recursos dos empréstimos numa conta vinculada específica, e usá-los somente para o pagamento de fornecedores de obras, que é objeto do contrato dos dois empréstimos.

Os ministros autorizaram uma inspeção pela Secretária de Controle Externo do TCU na Caixa para colher mais informações, e determinaram ainda que a CEF fiscalize, por meio da prestação de contas, a correta aplicação dos recursos repassados por meio dos dois contratos (FINISA I e FINISA II).

O procurador-geral do Estado, Plínio Clerton, já informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) do parecer do TCU e solicitou que o ministro Edson Fachin determine à Caixa Econômica Federal que faça a liberação imediata do segundo empréstimo (de R$ 315 milhões), cumprindo assim a decisão proferida pelo próprio Fachin, no dia 19 de abril. Naquela data, Fachin ordenou à CEF a apresentar, em 72 horas, o cronograma de desembolso do empréstimo de R$ 315 milhões ao Estado do Piauí. 

Os empréstimos a que o Piauí tem direito fazem parte da linha de crédito da Caixa Econômica denominada Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), e será destinado à realização de obras de infraestrutura, implantação e recuperação de rodovias, melhoria da mobilidade urbana e saneamento básico.

A primeira parte do empréstimo FINISA I (contrato 0482405-71) foi paga em agosto de 2017, no valor de R$ 307 milhões, dinheiro usado pelo Estado para pagamento de várias obras. A segunda parcela, no valor de R$ 300 milhões, desse mesmo contrato, ainda não foi liberada porque a CEF está analisando a prestação de contas referente à primeira parcela.

O segundo empréstimo, no valor de R$ 315 milhões, chamado FINISA II (contrato 0477608-24) foi assinado no final de janeiro deste ano entre o Governo do Estado e a Caixa. Devido à demora do banco para liberar o recurso, o Estado do Piauí ajuizou ação no STF para que a CEF fazer o repasse. O pedido foi, então, atendido por Fachin, no dia 19 de abril. Mas dias depois o TCU desautorizou a CEF a liberar tanto a segunda parcela do primeiro empréstimo (FINISA I) quanto liberar o segundo (FINISA II). Agora, a corte de contas voltou atrás, após agravo interposto pelo Estado do Piauí.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Cristino Castro-PI Por Rai Lima

Secretaria de Assistência Social promove Curso de Culinária em Salgados

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Adventure Viagens apresenta excursão para Beberibe – CE

Barra D'alcântara Por Cleiton Brito

Secretaria de Saúde de Barra D'Alcântara Recebe Nova Ambulância

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

Estratégia Saúde da Família realiza ação com crianças

Lagoa do Piauí Por Tarcísio Oliveira

Secretaria de Saúde de Lagoa do Piauí realizou semana da criança

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium